Revista

Diabetes gestacional é tema de atualização da equipe de obstetrícia

O encontro da equipe de obstetrícia da Santa Casa de Misericórdia de Santa Cruz do Rio Pardo, na noite de terça-feira (6), teve como tema Diabetes Gestacional, uma das patologias mais comuns durante a gravidez.

 

 

De acordo com a obstetra, Licy Braga Lages Paschoal, que ministrou a reunião de ontem, a doença não é um tópico fácil, pois não existe consenso nos protocolos nacionais e internacionais. A Diabetes Gestacional é confirmada no 28º mês de gravidez.

 

 

“É importante a mulher fazer o pré-natal para este diagnóstico, pois os sintomas se confundem com os da gravidez como polifagia (fome excessiva) e vontade de urinar com mais freqüência”.

 

 

Quando confirmada, a doença pode provocar uma série de problemas para a mãe e o feto. Entre as conseqüências para a mulher está o desenvolvimento de hipertensão e nefropatia (lesão ou doença do rim). Já para o feto a má formação e até óbito.

 

 

diabetes-gestacional-2

Obstetra, Licy fala sobre os riscos da diabetes gestacional

 

“Quando nascem os bebês com peso acima de 4.500 Kg, após uma análise pode ser diagnosticada a macrossomia (excesso de peso no recém-nascido), fato comum quando a mãe é acometida de diabetes gestacional. Neste caso as chances são grandes de a criança se tornar um futuro diabético”, comenta a médica.

 

 

A Diabetes Gestacional é diferente da tipo 1 e 2. “Caso a mulher tenha a diabetes na gestação ela deixará de ter a doença após o nascimento, mas se já é diabética seguirá com o quadro”.

 

 

Ao longo do encontro os médicos debateram sobre as formas de evitar a doença. É unanimidade ações como o combate ao sedentarismo, tabagismo e obesidade. “Estes cuidados devem ser tomados antes mesmo antes da gravidez, e durante a gestação é indicada a prática de atividade física através de exercícios aeróbicos moderados”.

 

 

As reuniões da obstetrícia são realizadas sempre nas primeiras terças do mês, na sala da diretoria do hospital. A iniciativa visa formatar protocolos para condutas da equipe médica em determinados quadros das pacientes.

Santa Casa de Santa Cruz registra 5.007 internações em 2016

VER NOTÍCIA

Polícia investiga dano em aparelho de ultrassom

VER NOTÍCIA

Tentativa de golpe contra paciente da Santa Casa de Santa Cruz

VER NOTÍCIA