Policial

Grávidas ao volante: direção segura garante gestação sem riscos

 

 

A gravidez é um dos momentos em que a mulher precisa cuidar da segurança e se atentar aos sinais que o corpo envia para manter a própria saúde e a do bebê em dia. Conduzir um veículo e viajar parecem atividades simples, mas devem ser feitas com atenção redobrada para garantir todos os cuidados que mamães e bebês necessitam.


Antes de entrar no carro, a futura mamãe deve checar como esteve sua pressão arterial nos últimos dias, se os pés estão inchados e se teve algum caso de enjoo desde o início da gestação. Esses tipos de cuidados ajudam a prevenir situações de risco, principalmente, nos primeiros meses, quando a pressão tende a oscilar e a afetar os reflexos da mulher.


O cinto de segurança é um item obrigatório para motoristas e passageiros. Para as grávidas existe ainda uma forma correta para posicionar o acessório. O cinto deverá cruzar o peito e sobrepor a região pélvica, abaixo da barriga. Dessa forma, a mulher consegue proteger a si mesma e o bebê em casos de frenagem repentina. Além disso, a posição do volante também deve ser levada em consideração. O ideal é que o volante fique cerca de 15 cm afastado da barriga, isso sem comprometer o alcance dos pedais e as manobras.


Quando a gestação está mais avançada, os membros do corpo tendem a ficar inchados, principalmente os pés, dificultando o uso de sapatos fechados ou que sustentem os calcanhares, como é indicado por lei. Por isso, recomenda-se que a gestante não dirija nesse estágio, já que calçados abertos ou com tiras podem enroscar nos pedais.


“Não existem determinações legais que proíbam a grávida de dirigir. Na verdade, ela deverá ser consciente sobre seu estado de saúde e seguir as orientações médicas antes de pegar o carro. Como passageira, a única recomendação é com o conforto, por isso as pausas para beber água, esticar o corpo e ir ao banheiro são muito importantes e devem ser frequentes”, recomenda o Coordenador de Saúde e Segurança da CART- Concessionária Auto Raposo Tavares, Nivaldo Bautz.

 

Cuidados extras

Manter uma alimentação leve e saudável é uma das principais dicas para viajar com tranquilidade. Para as mamães e seus bebês, isso é essencial, pois evitará enjoos. Mas, se o mal-estar vier durante o trajeto, a CART recomenda pausas nos SAUs ao longo do Corredor. Abrir a janela do veículo e se concentrar no horizonte também alivia a sensação.


Uma história para recordar

Em 2013, as equipes de atendimento da CART presenciaram a chegada de uma nova vida na SP-225 Rodovia João Baptista Cabral Rennó. Uma moradora do Distrito de Domélia entrou em trabalho de parto enquanto estava a caminho da maternidade, em Bauru. O motorista da ambulância que transportava a futura mãe encostou na base de Piratininga do SAU e pediu ajuda para a Concessionária .


Rapidamente, o atendimento médico da CART entrou em ação junto com os profissionais que os acompanhavam e trouxeram ao mundo um bebezinho saudável, pesando 3,5 quilos e medindo 49 cm. Depois de tanta emoção e de confirmar que mãe e filho passavam bem, a unidade de Resgate da CART os levou até a maternidade.

 

 

Corredor CART oferece opções para espantar o calor durante os meses mais quentes

VER NOTÍCIA

“Bora Correr” para fazer o bem

VER NOTÍCIA

De ponta a ponta Corredor CART proporciona mais segurança aos motoristas

VER NOTÍCIA