Revista

Diagnóstico precoce do câncer de mama é essencial para chances de cura

Uma a cada oito mulheres morrem de câncer de mama  Diagnóstico precoce é essencial, pois ele possibilita maiores chances de cura e tratamento menos agressivo

 

Segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), 57 mil novos casos de câncer de mama ocorrem no Brasil a cada ano, e um em cada oito mulheres morrem em decorrência da doença. Com base nestes dados alarmantes e a Campanha Outubro Rosa, realizada ao longo deste mês, a Drogalar foi ouvir a médica ginecologista/obstetra, Melissa Drummond Del Guerra, de Avaré (SP).

De acordo com a doutora, quando se fala em rastreamento do câncer feminino, os exames essenciais, são: avaliação clínica, mamografia e papanicolau.

“Toda mulher que teve ou tem vida sexual, deve consultar o ginecologista anualmente, para se submeter a uma avaliação clínica completa e indicação de exames complementares para o rastreio de doenças e do temido câncer”, pontua a médica.

De forma geral, nas mulheres com mais de 40 anos, tanto o papanicolau quanto a mamografia devem ser realizados anualmente; assim como outros exames e avaliações de sua saúde geral.

“Mulheres a partir de 20 anos com vida sexualmente ativa também deverão consultar anualmente; principalmente aquelas com histórico familiar ou fatores de risco para o câncer”, salienta Melissa.

A médica lembra que o auto-exame das mamas, pode ser feito pela própria paciente no intuito de conhecer seu próprio corpo e também auxiliando na detecção precoce de alguns sintomas, como nódulos, vermelhidão, edema ou descamação na pele da mama ou no mamilo, bem como nódulos nas axilas.

“Tais alterações precisam ser investigadas o quanto antes, mas podem não ser câncer contra o câncer, pois ele possibilita maiores chances de cura e tratamento menos agressivo de mama. Converse com seu médico”, adverte.

O diagnóstico precoce faz diferença na luta, melhorando a qualidade de vida destas mulheres.

“Importante ressaltar que os hábitos de vida também ajudam a prevenir o câncer meninas. Evitem fumar e consumir bebidas alcoólicas, pratique atividade física regular e mantenha sempre uma alimentação saudável”, finaliza.

 

 

Dengue: Secretaria de Saúde realiza audiência pública em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Santa Cruz tem estimativa de 30 casos de câncer de mama neste ano

VER NOTÍCIA

Outubro Rosa: Unidades de Saúde atenderão em período estendido

VER NOTÍCIA