Revista

Arroz do Brasil: US$ 13,7 milhões em feira no Peru

 

 

A mais recente atividade do projeto Brazilian Rice no Peru confirmou o país vizinho como um mercado alvo de extrema importância para as exportações de arroz brasileiro. O projeto apoiou a participação de dez empresas nacionais na feira Expoalimentaria, em Lima, registrando recorde de contatos e projeção de negócios, com a perspectiva de gerar US$ 13,7 milhões para o setor orizícola do país nos próximos 12 meses. O projeto Brazilian Rice é uma iniciativa da Associação Brasileira da Indústria do Arroz (Abiarroz) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) para o incentivo às exportações deste produto nacional.

Foram mais de 300 contatos com importadores, distribuidores e varejistas do Peru, em maior parte, mas também de outros países americanos, como Chile, Panamá, Equador, Colômbia e Estados Unidos. “A feira confirmou que estamos ganhando mercado sobre outros países, como Uruguai, em função da disponibilidade para o fornecimento de variedades distintas de arroz”, explica Gustavo Ludwig, gerente do projeto Brazilian Rice. O Peru e outros países da América Latina, lembra Ludwig, são reconhecidos como mercados exigentes sobre a qualidade de compra de arroz – qualidade esta que é, justamente, um dos diferenciais do cereal brasileiro e do trabalho das indústrias de beneficiamento nacionais.

É o caso da empresa Broto Legal. Como destaca Mauricio Paranhos de Moraes, do departamento de comércio exterior da indústria, a participação na Expoalimentaria foi surpreendente. “Neste ano notei uma melhora significativa no número de visitantes. Nosso estande foi muito bem visitado e conseguimos contatos importantes com alguns dos principais importadores de arroz no país”, disse.

Esta foi a terceira participação seguida do projeto Brazilian Rice na feira Expoalimentaria, inserida em um mercado de expansão para o Brasil. As exportações de arroz beneficiado brasileiro para o Peru em 2016 têm apresentado números positivos em comparação com 2015. Nos últimos sete meses, foram embarcadas para o país vizinho 43 mil toneladas (US$ 21 milhões), ante 35 mil toneladas (U$S 18 milhões) do mesmo período de 2015. Desde o início do Brazilian Rice, em 2012, o panorama do Peru nas exportações de arroz do Brasil só cresceu, contando com o trabalho de promoção comercial e de imagem realizados pelo projeto.

Nas últimas semanas, além da participação na Expoalimentaria, o projeto ainda esteve presente no Chile, na feira Espacio Food & Service, e em Miami, na Americas Food and Beverage Show & Conference, também com resultados positivos e boas perspectivas para ampliação de mercados para o arroz brasileiro. Na agenda do mês de outubro, três empresas associadas à Abiarroz estarão em outro grande evento: a Sial Paris, uma das maiores feiras do setor alimentício, que ocorre entre os dias 16 e 20 de outubro na capital francesa.

 

Empresas brasileiras participantes por meio do Brazilian Rice:

Adib Peixoto

Cooperativa Palmares

Guacira Alimentos

Arrozeira Pelotas

São João Alimentos

Trevisan Alimentos

Pirahy

Broto Legal

Arrozagro

Josapar

 

 

MEI poderá parcelar débitos a partir de hoje

VER NOTÍCIA

Santa Casa recebe R$ 50 mil em doação de empresa santa-cruzense

VER NOTÍCIA

Fazenda notifica proprietários de 1,6 milhão veículos com débitos de IPVA

VER NOTÍCIA