Revista

Arroz do Brasil: US$ 13,7 milhões em feira no Peru

 

 

A mais recente atividade do projeto Brazilian Rice no Peru confirmou o país vizinho como um mercado alvo de extrema importância para as exportações de arroz brasileiro. O projeto apoiou a participação de dez empresas nacionais na feira Expoalimentaria, em Lima, registrando recorde de contatos e projeção de negócios, com a perspectiva de gerar US$ 13,7 milhões para o setor orizícola do país nos próximos 12 meses. O projeto Brazilian Rice é uma iniciativa da Associação Brasileira da Indústria do Arroz (Abiarroz) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) para o incentivo às exportações deste produto nacional.

Foram mais de 300 contatos com importadores, distribuidores e varejistas do Peru, em maior parte, mas também de outros países americanos, como Chile, Panamá, Equador, Colômbia e Estados Unidos. “A feira confirmou que estamos ganhando mercado sobre outros países, como Uruguai, em função da disponibilidade para o fornecimento de variedades distintas de arroz”, explica Gustavo Ludwig, gerente do projeto Brazilian Rice. O Peru e outros países da América Latina, lembra Ludwig, são reconhecidos como mercados exigentes sobre a qualidade de compra de arroz – qualidade esta que é, justamente, um dos diferenciais do cereal brasileiro e do trabalho das indústrias de beneficiamento nacionais.

É o caso da empresa Broto Legal. Como destaca Mauricio Paranhos de Moraes, do departamento de comércio exterior da indústria, a participação na Expoalimentaria foi surpreendente. “Neste ano notei uma melhora significativa no número de visitantes. Nosso estande foi muito bem visitado e conseguimos contatos importantes com alguns dos principais importadores de arroz no país”, disse.

Esta foi a terceira participação seguida do projeto Brazilian Rice na feira Expoalimentaria, inserida em um mercado de expansão para o Brasil. As exportações de arroz beneficiado brasileiro para o Peru em 2016 têm apresentado números positivos em comparação com 2015. Nos últimos sete meses, foram embarcadas para o país vizinho 43 mil toneladas (US$ 21 milhões), ante 35 mil toneladas (U$S 18 milhões) do mesmo período de 2015. Desde o início do Brazilian Rice, em 2012, o panorama do Peru nas exportações de arroz do Brasil só cresceu, contando com o trabalho de promoção comercial e de imagem realizados pelo projeto.

Nas últimas semanas, além da participação na Expoalimentaria, o projeto ainda esteve presente no Chile, na feira Espacio Food & Service, e em Miami, na Americas Food and Beverage Show & Conference, também com resultados positivos e boas perspectivas para ampliação de mercados para o arroz brasileiro. Na agenda do mês de outubro, três empresas associadas à Abiarroz estarão em outro grande evento: a Sial Paris, uma das maiores feiras do setor alimentício, que ocorre entre os dias 16 e 20 de outubro na capital francesa.

 

Empresas brasileiras participantes por meio do Brazilian Rice:

Adib Peixoto

Cooperativa Palmares

Guacira Alimentos

Arrozeira Pelotas

São João Alimentos

Trevisan Alimentos

Pirahy

Broto Legal

Arrozagro

Josapar

 

 

Escritório Help implanta Projeto de Gestão Estratégica

VER NOTÍCIA

Fim do preço de combustível com três dígitos, projeto de Ricardo Madalena é aprovado

VER NOTÍCIA

Produtores têm até 30 de setembro para declarar ITR

VER NOTÍCIA