Policial

Brasil lidera lista mundial de espécies de aves sob ameaça de extinção

 

 

A Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas, elaborada pela União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN), aponta que o Brasil é o país que tem o maior número de espécies de aves ameaçadas de extinção. De acordo com a instituição, no Brasil, cerca de 165 espécies correm o risco de desaparecer. No mundo todo, o país está no topo da lista de maior número de aves sob risco de desaparecimento total.

As alterações no habitat natural das aves é uma das principais causas da ameaça a essas espécies. “Estamos destruindo cada vez mais esses habitats. As matas e florestas e seus entornos, como galerias, estão sumindo pouco a pouco seja para a criação de bois, cultivo de alimentos e soja para exportação, instalação de indústrias ou pela expansão das cidades”, diz o Biólogo Giuseppe Puorto, membro do CRBio-01 – Conselho Regional de Biologia – 1ª Região (SP, MT e MS).

O Biólogo lembra ainda que outro problema grave é o tráfico de animais silvestres, em que as aves aparecem entre as principais vítimas também desse crime ambiental. “Estima-se que nos últimos 10 anos, mais de seis milhões de pássaros foram comercializados no Brasil, ilegalmente ”, conta o Biólogo. A pena prevista para quem comete crimes ambientais pode ser de pagamento de multa a até seis meses de detenção.

Mas, apesar da incômoda situação, há motivos para acreditar que é possível reverter esse cenário. Em 2014, por exemplo, a arara-azul-grande (Anodorhynchus hyacinthinus) saiu da lista de espécies da fauna brasileira ameaçadas de extinção, graças ao Projeto Arara Azul. Quando começou, em 1990, havia uma população de aproximadamente 1.500 aves. Hoje, estima-se que já são 5.000 aves colorindo os céus do país.

 

 

Dinheiro é furtado de igreja evangélica em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

PMR prende paraguaio com haxixe em Ourinhos

VER NOTÍCIA

Três veículos se envolvem em acidente no centro de Santa Cruz

VER NOTÍCIA