Política

Fila nos bancos: Vereador promete procurar Ministério Público

 

 

Lei de 1.999 estabelece tempo máximo de espera nas filas das agências bancárias de Santa Cruz, mas lei não é cumprida e falta de fiscalização impede punições.

 

O vereador Luiz Antonio Tavares (PSB), Luizão da Onça, apresentou uma indicação pedindo maior rigor na fiscalização do tempo de espera nas filas das agências bancárias de Santa Cruz do Rio Pardo.

Durante a sessão desta segunda-feira (24) na câmara de vereadores Luizão falou sobre o assunto “Os banqueiros só querem sugar dos funcionários, sugar dos clientes, e nós pagamos o pato, esses dias fiquei mais de uma hora em uma fila, e várias pessoas estão me procurando para fazer reclamações sobre isso, não culpo os funcionários eles fazem o que podem, mas está demorando muito” disse.

O vereador comentou que vai pedir providências sobre o assunto e procurar o Ministério Público “Nós temos uma lei e não está sendo cumprida, foi procurar a procuradoria pública para que cobrem da administração providências neste sentido, as pessoas estão sofrendo com esse atendimento, vou cobrar, a lei tem ser cumprida e as agências oferecerem agilidade nos atendimentos” concluiu.

A lei de autoria do próprio vereador Luiz Antonio Tavares é de 1.999, mas com a falta de fiscalização ela não é cumprida e nada acontece com as agências.

Segundo a lei o tempo de espera deve ser de no máximo 20 minutos em dias normais, e de meia hora em véspera e após feriados. A punição para os bancos que não cumprirem o prazo estipulado vai de advertência, passa por multa e chega até a cassação de alvará de funcionamento da agência na cidade.

 

 

Assembleia aprova projeto de Ricardo Madalena que obriga divulgar localização de radares

VER NOTÍCIA

Prefeitura de Santa Cruz investe meio milhão de reais em implantação de led

VER NOTÍCIA

Recuperação da Raposo Tavares tem previsão para ser concluída até dezembro

VER NOTÍCIA