Revista

Dores lombares: causas, prevenção e tratamentos

 

 

A dor lombar ou lombalgia atinge mais de 80% da população mundial, sendo assim, representa prejuízos financeiros para as empresas, pois é a maior causa de afastamento do trabalho em pessoas com menos de 45 anos.

Para entender um pouco mais sobre estes problemas que incomodam grande parte da população, a Drogalar buscou informações com o fisioterapeuta, Bruno Romani, de Lençóis Paulista (SP).

O profissional explica as causas e os possíveis tratamentos para as dores.

De acordo com Romani, a coluna lombar é formada por cinco vértebras lombares, que sustentam todo o restante da coluna, além da ultima vértebra lombar se articular com o sacro que por fim é articulado com os ossos do quadril, qualquer problema nestas estruturas pode comprometer o funcionamento da coluna e trazer uma infinidade de complicações ao paciente.

A lombalgia pode chegar como uma dor intensa, neste caso recomenda-se repouso e que o paciente evite se mover, ingestão de um analgésico e busca de um fisioterapeuta.

As razões para os problemas na região lombar podem estar ligadas a dor do disco intervertebral, hérnia de disco, dor das articulações entre as vértebras, dor da articulação sacroilíaca, fratura de coluna, tumores, infecção na coluna – os três últimos casos são mais raros, e precisam ser observados com mais cuidado por serem doenças mais graves.
As chamadas dores nas costas podem ser originadas por traumatismos pelo movimento crônico ou momentâneo como carregar peso, torções, posição profissional, doenças reumáticas, envelhecimento e infecção dos discos intervertebrais.

TRATAMENTOS

Quiropraxia

A Quiropraxia é uma técnica que lida com o diagnóstico, tratamento e a prevenção das desordens do sistema neuro-músculo-esquelético e dos efeitos destas desordens na saúde em geral. Há uma ênfase em técnicas manuais, incluindo o ajuste e/ou a manipulação articular.

“A Quiropraxia tem o objetivo de anular este ciclo vicioso, através das técnicas manipulativas nas articulações com problemas, normalizando o funcionamento mecânico do corpo e consequentemente, reduzindo os sintomas de dor e inflamação”, explica Bruno Romani.

Eletroterapia e termo terapia

Uso de massagem, biofeedback, tração, ultra-som, TENS no tratamento. “Eu costumo combinar a eletroterapia com exercícios e alongamentos com a manipulação, e os resultados são excelentes”.

PREVENÇÃO CONTRA DORES LOMBARES

Após ter dor lombar pela primeira vez, é provável voltar a ter. Para ajudar a manter a sua lombar saudável e evitar mais dor:

– Tenha uma boa postura quando estiver sentado, em pé e a caminhar.

– Faça exercício regular e de baixo impacto. Caminhe, nade ou ande de bicicleta estacionária, e sempre lembre-se de se alongar antes e após qualquer atividade.

– Calce sapatos de saltos baixos com um bom suporte.

– Vigie o seu peso. O excesso de peso, especialmente em torno da cintura, coloca stress extra na lombar.

– Não tente levantar objetos pesados. Quando o tiver de fazer, dobre os joelhos e mantenha as costas direitas, mantenha o objeto que vai levantar junto ao seu tronco, e evite levantar e torcer ao mesmo.

Se estiver sentado ou de pé por longos períodos de tempo no trabalho:

– Preste atenção à sua postura. Sente-se ou esteja em pé direito, com os ombros para trás.

– Certifique-se de sua cadeira tem um bom suporte nas costas.

– Faça pausas regulares para passear.

 

 

Covid-19: sete internações só no final de semana em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Covid-19 em Santa Cruz: 808 casos positivos e 786 pessoas curadas

VER NOTÍCIA

Depois de três meses Santa Cruz registra caso positivo de dengue

VER NOTÍCIA