Política

IPTU – Projeto prevê atualização da planta genérica de Santa Cruz

 

 

O IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) de Santa Cruz do Rio Pardo possui os valores de sua planta genérica extremamente defasados. Por obrigação tributária a administração apresentou um projeto de atualização destes valores à Câmara Municipal. Agora os vereadores devem decidir se aprovam a atualização ou não.

Na realidade o Projeto de Lei enviado à Câmara de Santa Cruz do Rio Pardo sobre valores do IPTU de 2017 não aumenta o imposto, mas sim atualiza os valores da planta genérica. Em agosto deste ano os vereadores aprovaram a LDO para 2017 onde constava que a administração ficaria encarregada de enviar um plano de atualização da planta genérica. O secretário de finanças Armando Cunha explicou que, com valores imobiliários muito defasados, a não revisão pode ser interpretada pelos órgãos de fiscalização como negligência.

A planta genérica são os valores do metro quadrado de terreno e de área construída em diferentes setores da cidade. Santa Cruz é dividida em seis zonas. O projeto prevê uma atualização de 25% nestes valores. Hoje o metro quadrado de terreno na Zona 1 está R$ 83,76 e então passaria para R$ 104,70. O metro quadrado da Zona 6 passaria de R$ 5,63 para R$ 7,03. A Zona 1 inclui a área mais central e a Zona 6 inclui a Vila Divineia.

Ourinhos – A título de comparação o valor do metro quadrado da área mais nobre de Ourinhos chegará a R$ 1.216,36 em 2017. O valor do metro quadrado da região mais humilde será de R$ 11,65. Portanto, mesmo com a atualização de 25%, Santa Cruz continua com valores muito abaixo do praticado em outras cidades.

 

Assembleia aprova projeto de Ricardo Madalena que obriga divulgar localização de radares

VER NOTÍCIA

Prefeitura de Santa Cruz investe meio milhão de reais em implantação de led

VER NOTÍCIA

Recuperação da Raposo Tavares tem previsão para ser concluída até dezembro

VER NOTÍCIA