Política

“Isso mostra que não interferimos na Câmara” diz Otacílio sobre adiamento de IPTU

 

 

O prefeito de Santa Cruz do Rio Pardo, Otacílio Parras Assis (PSB), disse que recebeu com surpresa a decisão da câmara de vereadores sobre o adiamento do projeto do IPTU, e disse que isso prova que ele não interfere nas decisões do legislativo da cidade. Confirmou também que deve ser elaborado um novo projeto e encaminhado ainda essa semana para a câmara, isso para que o projeto seja votado o quanto antes.

Otacílio atendeu a reportagem SCN nesta manhã:

SCN: Como que o senhor recebeu a notícia de tudo que aconteceu na câmara ontem a noite?

Otacílio: Isso comprovou que o prefeito não interfere no funcionamento da câmara de vereadores de Santa Cruz do Rio Pardo, são poderes independentes e continuarão independentes, se houvesse interferência do poder executivo com certeza nós poderíamos tentar influenciar para que não fosse adiada a votação, mas provou que não tem interferência e eles tomam as decisões que acharem melhor.

SCN: O senhor foi surpreendido pela decisão?

Otacílio: Fui pego de surpresa hoje pela manhã, eu não acompanho a sessão, hoje de manhã o Célio me ligou passando as informações, não acompanho a sessão para não interferir em nada, quando da aquela vontade vamos ligar lá né, mas não acompanho nem resultados nem nada, foi uma surpresa realmente observar que um único vereador usando um artifício no Regimento Interno consegue fazer toda essa alteração no funcionamento, pois se isso se tornar válido realmente e algum vereador resolver pediu audiência publica em todos os projetos , vai ser assim projeto recusado, recursos, sessão, outra sessão e não sei o que vai acontecer, usaram a artimanha que não sei se é correto, mas a câmara entendeu que é correto.

SCN: E agora a prefeitura vai esperar até o dia 19?

Otacílio: Olha como temos outras alterações para fazer em outros projetos, vamos decidir hoje se retiraremos esses projetos e encaminharemos novos, pode acontecer ainda usando o próprio regimento da câmara, retiramos os projetos que lá estão e elaboramos novos projetos com alterações, e aí sim entrariam em pauta novamente.

SCN: Inclusive do IPTU prefeito?

Otacílio: Inclusive esse já alterado, só os 25% não irá cobrir, quem viu ontem a reunião do “conselhão” do presidente Temer, eles tinha previsão de crescimento de 1,6%, o Banco Central já derrubou para 1%, significa que teremos mais um ano de recessão, repasses para municípios irão cair novamente, e nós temos estar preparador, é na recessão que a população precisa mais do município, mais educação, mais saúde, então temos que estar preparados para enfrentar essas dificuldades.

SCN: Isso significa tomar atitudes impopulares?

Otacílio: Voltando a reunião da equipe do presidente ontem, um grande publicitário disse lá que eles tem aproveitar a impopularidade do presidente para tomar medidas amargas, eu acho que ele está errado, se ele é impopular é porque o povo não aceita ele como presidente, aqui é diferente, a popularidade do prefeito é grande porque o povo me aceitou e me reelegeu, então nós temos administrar seriamente o município independente de medidas amargas ou não, elas tem ser tomadas pois temos preparar o município para a recessão.

SCN: Então o aumento pode ser maior que 25% neste novo projeto?

Otacílio: Como temos fazer várias alterações ainda para o ano que vem, então talvez vamos retirar o projeto que está lá e apresentá-lo com modificações, não com aumento de 25% para 50%, o ideal seria 200% para atualizar um pouquinho a tabela de valores de imóveis de Santa Cruz, mas isso ninguém suporta, 25% é o mínimo para você ter um pequeno ganho de arrecadação e conseguir equilibrar os ganhos do município, e como temos um pouco de urgência para resolver isso, aprovando ou não, podemos sim encaminhar novo projeto para resolvermos isso o quanto antes.

SCN: Se o projeto ficar realmente para o dia 19 de dezembro a população pode ser prejudicada no futuro?

Otacílio: Talvez sim em relação aos parcelamentos, pois o quanto antes iniciarmos a distribuição dos carnês mais podemos parcelar para o contribuinte, e se ficar realmente para o final do ano teremos um atraso considerável na entrega dos carnês e com isso o parcelamentos era menor, hoje sem falta vamos decidir o que fazer.

Algumas horas depois em entrevista para a Rádio Difusora o prefeito confirmou que os projetos serão retirados, e no máximo até amanhã novos documentos serão encaminhados para a câmara e ele espera que sejam votados o quanto antes “Sim ou não precisamos que os vereadores tomem uma decisão” disse Otacílio.

 

 

Assembleia aprova projeto de Ricardo Madalena que obriga divulgar localização de radares

VER NOTÍCIA

Prefeitura de Santa Cruz investe meio milhão de reais em implantação de led

VER NOTÍCIA

Recuperação da Raposo Tavares tem previsão para ser concluída até dezembro

VER NOTÍCIA