Região

“Em Ourinhos existe uma quadrilha organizada de jornalistas” diz Capitão Augusto

 

 

“Em Ourinhos existe uma quadrilha, uma quadrilha organizada de jornalistas que se formaram para extorquir políticos, se juntaram para extorquir vereadores, prefeitos, deputados, empresários, comerciantes, extorquem até parque de diversões e circo, se não pagar eles difamam, denigrem, estou sendo vitima deles, se der dinheiro falam bem, se não der dinheiro falam mal”.

Essa forte acusação foi feita pelo deputado federal Capitão Augusto na última segunda-feira (05) no jornal da rádio Band FM. O deputado disse que foi muito atacado nos últimos dias nas redes sociais por causa da informação mentirosa de alguns órgãos de imprensa de Ourinhos, e citou dois exemplos.

“Nós tivemos a votação do requerimento de urgência para a aprovação do pacote das medidas contra a corrupção, os membros no Ministério Público Federal que são os responsáveis pela operação Lava Jato pediram para que os deputados votassem sim para este requerimento, e eu votei sim, e a imprensa bandida de Ourinhos, essa quadrilha, porque um grupo que se une para extorquir não tem outro nome, essa quadrilha divulgou que esse voto sim meu era favorável a anistia do caixa 2, a única coisa que estávamos discutindo era apenas um requerimento do pacote contra corrupção, eu sempre deixei claro que sou contra a anistia do caixa 2, eu votei contra, para ver como eles desvirtuam as coisas, e quero deixar claro que não são todos da imprensa de Ourinhos, é um pequeno grupo, felizmente a maior parte fala a verdade e me ouviram e deram espaço para que eu pudesse prestar contas do meu trabalho” disse.

O deputado continuou “Outro exemplo, eles desconsideraram todos os meus votos favoráveis as medidas contra a corrupção, pegaram meu único voto que foi de criminalizar membros no ministério público, os juízes que agem como bandidos como criminosos e por isso tem ser responsabilizados, e colocaram esse voto sim como eu estivesse votando contra a Lava Jato e contra as medidas contra corrupção, para você ver onde vai a maldade, como são levianos, são bandidos, crápulas, marginais mesmo que se uniram lá, a difamação está feita, estou movendo ação judicial, essas pessoas sequer possuem bens no próprio nome tamanha a quantidade de ações por danos morais que eles tem e não conseguem pagar, então não podem ter qualquer bem no nome, e se tiver a justiça vai tirar para pagar essas ações por danos morais, tenho a coragem de vir aqui e denunciar, agora que eles vão falar mal de mim mesmo, vão envolver família porque eles não tem limites, e eu fico surpreso de ver empresas do bem patrocinando esses sites, não podemos alimentar esse tipo imprensa bandida” comentou o deputado.

Augusto disse as pessoas estão fazendo julgamento sem saber realmente como foi a votação “Eu luto contra a corrupção, eu acho que as medidas deveriam ainda ser mais pesadas, dentro da Policia Militar se alguém for expulso ele nunca mais vai poder participar de um concurso público, já o político fica apenas oito anos inelegível e depois pode disputar eleição, ele deveria ser expulso da vida política e nunca mais poder disputar uma eleição”.

O deputado concluiu “Eu luto contra a corrupção, meu nome jamais será envolvido em corrupção, eu sempre lutei contra bandido e vou continuar lutando, quero aproveitar para agradecer as centenas de mensagens de apoio que estou recebendo, felizmente são poucas pessoas que acreditam na imprensa bandida de Ourinhos e na maldade das pessoas nas redes sociais”.

 

 

Assembleia aprova projeto de Ricardo Madalena que obriga divulgar localização de radares

VER NOTÍCIA

Prefeitura de Santa Cruz investe meio milhão de reais em implantação de led

VER NOTÍCIA

Recuperação da Raposo Tavares tem previsão para ser concluída até dezembro

VER NOTÍCIA