Revista

Curso do Cehicon auxilia produtores e profissionais da área, no manejo sustentável

 

 

Entre quarta e quinta-feira (8 de dezembro) aconteceu o 5º Curso Cehicon (Centro de Difusão de Tecnologia Hidroceres e Convivium) deste ano. Assim como no final de agosto, esta formação visa apresentar aos participantes, conteúdo sobre manejo de irrigação em ambiente protegido (solo e substrato). O objetivo principal é atingir o manejo sustentável aos produtores.

Participam do curso estudantes, produtores e profissionais do segmento, de diversos estados. O cronograma do curso é divido entre teoria, prática nas estufas do Cehicon e visita ao viveiro da Hidroceres, para conhecimento dos procedimentos e tecnologias aplicadas para a produção de mudas.

O responsável pela exposição do material é Luiz Geraldo Santos, engenheiro agrônomo da Ensistec- Consultoria e Treinamento em Agricultura Orgânica.

Na abertura do curso, o empresário, Junior Bassetto, Hidroceres, falou aos presentes um pouco sobre sua história de vida, da implantação, desenvolvimento da empresa e parcerias, como com a Convivium que resultou no Cehicon.

“A ideia é otimizar e facilitar a vida do produtor que muitas vezes confundia o problema de manejo com questões relacionadas à muda. A partir deste conceito, não paramos de aprender e transmitir conhecimento”, pontuou Junior.

O engenheiro, Luiz Geraldo, também destacou a parceria com a Hidroceres. “Para firmarmos esta parceria temos alto nível de confiança, pois sabemos de todos os processos de padronização da empresa”.

Ao longo do curso foi bastante debatido a interação das variáveis: sol, água, clima e solo para obtenção de bons resultados na produção.

“Todos queremos reduzir o uso de defensivo, por exemplo, mas para isso é preciso ter domínio sobre os temas irrigação e nutrição”, falou o engenheiro.

A viabilidade prática e econômica da produção também permeia os debates, no entanto, o assunto será tema principal de curso a ser promovido no próximo ano sobre gestão de negócios de hortaliças no cultivo protegido.

O palestrante mencionou ainda diversas vezes o projeto da estufa de vidro em desenvolvimento em Itaberito (MG). Área de 1 hectare com tecnologia holandesa para a produção de tomate.

Junior Bassetto, sócio-proprietário da Hidroceres e Luiz Geraldo, engenheiro agrônomo

 

PARTICIPANTES ILUSTRES

A riqueza dos debates durante o curso se dá pela troca de experiências entre os participantes, um deles é Marco Alvarenga, professor titular aposentado pela UFLA (Universidade Federal de Lavras) e consultor e assessor em tomaticultura. Além de professor, Marco atuou durante sete anos na Embrapa.

Alvarenga também é autor do livro- “Tomate- Produção em Campo, Casa de Vegetação e Hidroponia”, de 2014, que está na segunda edição.

“Cada curso em que participamos adquirimos mais conhecimento. Atuo em diversas ocasiões, como palestrante, mas também é bom ouvir um pouco sobre o assunto para agregar”, disse.

Outro destaque para segmento é a Dra. Rumy Goto da UNESP de Botucatu. Ela esteve presente no curso, prestigiando e compartilhando seu conhecimento e experiência.

Todos os participantes contribuíram nos debates, o que enriquece o curso, com a realidade de cada um.

Participantes tiveram acesso a informações para facilitar o manejo do tomate

 

CEHICON

O Cehicon é realizado pela Hidroceres, com mudão enxertado e Conviviun com a nutrição Plenan. Entre os parceiros estão Plant Forty – estrutura metálica; Carolina Soil – substrato para cultivo em vaso; Enza Zaden – cultivares para plasticultura (atualmente tomates italianos); Sakata – cultivares para plasticultura (atualmente tomates italianos); Rijk Zwaan – cultivares para plasticultura (atualmente tomates italianos); Agrocultivo – acessório de tutoramento; Ensistec – consultoria técnica; Koppert – controle biológico; Hidrosense – controle de irrigação, por tensiometria; R4F – automação de fertirrigação; Ginegar Polysac – plásticos e telas e Hidrogood – cultivo em NFT.

Os patrocinadores com a utilização de seus produtos no projeto servem para capacitação para os produtores, consultores e alunos de cursos técnicos.

 

 

Evento agrícola terá venda de almoço revertida para Santa Casa e Apae

VER NOTÍCIA

Santa Cruz realiza Encontro de Horticultura Sustentável

VER NOTÍCIA

Olhos da agricultura na região estarão voltados para Santa Cruz no sábado

VER NOTÍCIA