Policial

Santa Casa toma medidas para evitar golpes contra familiares de pacientes

Após registro de mais uma tentativa de golpe em familiares de pacientes internados na Santa Casa de Misericórdia de Santa Cruz do Rio Pardo, no início do mês, o hospital decidiu implantar um informe padrão. No ato da internação os responsáveis recebem e assinam um informativo que consta que a entidade não faz pedidos de dinheiro ou medicamentos por telefone, portanto qualquer situação neste sentido deve ser comunicada ao hospital para averiguação.

A nova conduta, inclusive, já é de conhecimento dos colaboradores das recepções do hospital.

“Optamos por implantar esta sistemática para tentar evitar a incidência deste tipo de crime”, diz a administradora, Andreia Laudácio.

A última tentativa foi registrada em 6 de janeiro, contudo, a família não caiu no golpe e comunicou o hospital do fato. A polícia civil investiga o caso.

Infelizmente em maio do ano passado, uma família chegou a depositar R$ 400, após receber a ligação de pedido do dinheiro. O golpe é praticado com familiares de pacientes internados na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), situação em que os responsáveis estão mais fragilizados com o estado de saúde dos doentes.

O mesmo fato tem sido registrado em outras Santas Casas no Estado de São Paulo, como em São Carlos, neste mês.

A Santa Casa reforça que a arrecadação de dinheiro para a instituição é realizada apenas por meio do telemarketing que faz ligações para os doadores fixos, antes dos mensageiros passarem pessoalmente nas residências. Além das campanhas divulgadas amplamente na mídia.

 

 

PMR apreende celulares e aparelhos eletrônicos contrabandeados em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

PMR apreende grande quantidade de maconha e skank em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Bandidos furtam fiação de iluminação da ciclovia no Parque das Nações

VER NOTÍCIA