Revista

Aquisição de prancha de transferência atende mais uma regra da Norma Trabalhista

A Santa Casa de Misericórdia de Santa Cruz do Rio Pardo adquiriu no início deste mês três pranchas de transferência. O item visa garantir maior segurança do paciente na transferência entre dois planos, além de prevenir os colaboradores de lesões em decorrência de esforço intenso.

As pranchas serão utilizadas no Pronto Socorro (maca para cama), Clínica Cirúrgica, e Centro Cirúrgico (maca para a mesa de cirurgia), além da maca para equipamentos de exame por imagem.

Para aprender a manusear corretamente a prancha, as enfermeiras, auxiliares e técnicos em enfermagem participaram, entre os dias 17 e 18 de janeiro, de treinamento.

Treinamento com as enfermeiras para manuseio das pranchas de transferência

 

A aquisição das pranchas de transferência atende mais um item da NR (Normal Regulamentadora)32, exigida pelo Ministério do Trabalho. O hospital, inclusive, já foi multado pelo descumprimento da regra por meio de acordo com o órgão coloca em prática as adaptações requisitadas.

A compra das pranchas e computadores para alguns setores do hospital foi possível graças aos recursos encaminhados pelo judiciário, após credenciamento para recebimento de valores oriundos de penas de prestação pecuniárias. Nesta compra foram investidos R$ 10.054. A Santa Casa aguarda aprovação deste projeto para apresentação de novas solicitações de materiais.

Outra benfeitoria realizada em prol dos colaboradores, foi a instalação dos armários nos vestiários feminino e masculino, em dezembro do ano passado. No total são 160 armários para as colaboradoras e 40 para os colaboradores.

O espaço recebeu também divisórias nos sanitários, chuveiro, box, pia e espelho.

A compra dos armários totalizou R$ 11.600.

 

 

Covid-19: sete internações só no final de semana em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Covid-19 em Santa Cruz: 808 casos positivos e 786 pessoas curadas

VER NOTÍCIA

Depois de três meses Santa Cruz registra caso positivo de dengue

VER NOTÍCIA