Policial

Sueli Feitosa se entrega até sexta-feira?

 

 

A terça-feira (31) foi de muito trabalho para a Policia Civil na investigação do desvio de milhões de reais da prefeitura de Santa Cruz do Rio Pardo, mas ao menos no que foi passado para a imprensa não teve grandes novidades.

Logo pela manhã foi feita a apreensão de um caminhão que pertenceu ao cunhado de Sueli Feitosa, principal suspeita, e foi vendido no final de 2016.

“Durante as investigações estranhamos a entrada e saída dos documentos deste caminhão do Detran, e está no nome do cunhado da suspeita, então pedimos a apreensão do veículo, ele esteve na delegacia, assim como o comprador, e apresentaram documentos que a negociação foi realizada no final de novembro, vamos analisar tudo” disse o delegado Valdir Alves de Oliveira.

Alguns órgãos de imprensa da cidade chegaram a divulgar que poderia ser pedido um mandado de prisão contra o cunhado de Feitosa por ele estar tentando de desfazer de provas, o que foi negado pelo delegado no final da tarde para a reportagem SCN.

“Não foi pedido nenhum mandato de prisão hoje, ele esteve aqui e apresentou documentos não só deste caminhão, mas também de outros bens que estão sendo investigados” disse Dr. Valdir.

Sueli Feitosa

 

Já em relação sobre a principal suspeita foram circulados dois boatos durante o dia. A polícia já não descarta a hipótese de que Sueli esteja em um local isolado e desconhecendo os fatos que estão acontecendo em Santa Cruz, como a prisão da mãe.

A polícia trabalha com essa possibilidade depois de conversar com familiares da suspeita, que garantem não ter mais nenhum um contato com Sueli a vários dias.

Outra notícia veiculada hoje é que o advogado de Sueli Feitosa, Antonio Godoi Maruca, entrou em contato com o advogado contratado pelo cunhado e irmã de Sueli em Santa Cruz, Dr. Cassio Adriano de Paula, e teria dito que até sexta-feira ela irá se entregar e prestar depoimento.

Nesta quarta-feira (01) a equipe que investiga o caso ganha um grande reforço, isso porque o delegado chefe da Central de Polícia Judiciária, Renato Caldeira Mardegan, volta de suas férias e reassume o caso em apoio aos delegados Valdir e Isabel Bertoldo.

 

 

Idoso está desaparecido desde a última sexta-feira (3) em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Homem é preso com 30 pedras de crack em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Policia Civil recupera carga roubada em Jáu, dois santa-cruzenses foram presos

VER NOTÍCIA