Policial

Após ser ouvida mais uma vez, irmã de Sueli Feitosa é indiciada

 

Dr. Renato Mardegan ironizou o fato de Camila ter omitido o fato de ter sido substituta de sua irmã Sueli no cargo de Chefe de Tesouraria da prefeitura de Santa Cruz.

 

Camila Gomes, irmã de Sueli Feitosa, foi ouvida novamente na tarde desta quarta-feira (01) pelo delegado Valdir Alves de Oliveira, e o principal questionamento foram os motivos de Camila ter omitido nos depoimentos anteriores o fato de ter substituído sua irmã Sueli no cargo de Diretora de Tesouraria da prefeitura de Santa Cruz do Rio Pardo.

Na saída do depoimento Camila não quis falar com a imprensa, mas o seu advogado respondeu aos questionamentos dos jornalistas “A fato de a Camila não ter falado no depoimento anterior de ter trabalhado no lugar da sua irmã foi porque foi se mudando de assunto durante o depoimento e não foi tocado no assunto, mas hoje aqui ela contou como foi feito todo o trâmite” disse Dr. Cássio Adriano de Paulo.

O advogado Dr. Cássio atendeu a imprensa após o depoimento de sua cliente.

 

Já o delegado responsável pela Central de Policia Judiciária de Santa Cruz, Dr. Renato Caldeira Mardegan tratou até com ironia o fato “Ah é estamos investigando um caso sem importância, então não tem relevância o fato da Camila ter substituído a sua Irmã, por isso ela não falou nada no depoimento anterior” ironizou.

E depois falando sério disse ser lamentável essa omissão e confirmou com Camila foi indiciada por Associação ao Crime, Falsidade Ideológica e Lavagem de Dinheiro “Ela também já foi indiciada por três crimes, agora estamos aguardando documentos da prefeitura para saber se nas ocasiões em que ela substituiu a irmã também aconteceram desvios, aí ela também será indiciada por Peculato” comentou Mardegan.

O delegado também aproveitou para dar uma alfinetada na prefeitura “Está sendo ótimo o trabalho da prefeitura, toda semana chegam documentos, eu entendo são muitos papéis, só acho que poderia se colocar mais pessoas neste trabalho”.

Armando Cunha assina os documentos autorizando Camila ficar no lugar de sua irmã Sueli no cargo de Chefe de Tesouraria

 

A reportagem SCN teve acesso a vários documentos onde se nota que Camila substituiu a irmã Sueli por pelo menos quatro vezes entre 2004 e 2006, e em todos os documentos a autorização foi dada pelo Secretário de Finanças, Armando Cunha, a assinatura do então prefeito Adilson Donizeti Mira só aparece no documento em que Camila é indicada para assumir o cargo de Chefe da Lançadoria.

Sueli Feitosa, acusada de desviar milhões de reais da prefeitura de Santa Cruz do Rio Pardo, segue presa em Pirajuí e pode voltar a ser ouvida ainda nesta semana pelos delegados que investigam o caso, o mesmo deve acontecer com o cunhado, esposo de Camila, que está preso em Cerqueira César.

Documento onde Armando Cunha indica Camila para assumir o cargo de Chefe de Lançadoria, e o então prefeito Adilson Mira defere o pedido.

 

 

 

PMR apreende celulares e aparelhos eletrônicos contrabandeados em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

PMR apreende grande quantidade de maconha e skank em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Bandidos furtam fiação de iluminação da ciclovia no Parque das Nações

VER NOTÍCIA