Revista

Mais do que um cuidador, um companheiro

 

 

A figura do cuidador de idoso não é algo recente no Brasil. As famílias buscam esse tipo de serviço há muito tempo. O que é recente é a profissionalização do serviço, inclusive já considerado como uma ocupação formal, reconhecida pelo Ministério do Trabalho.

O cuidador de idoso, para atuar de maneira legalizada, precisa ter um curso reconhecido oferecido por instituições habilitadas. O ideal é que esse profissional também seja ligado à área de enfermagem, para que os cuidados se estendam às práticas de saúde e prevenção de doenças.

Porém, os cuidados só estarão completos mesmo se existir entre o idoso e o cuidador uma relação humanizada, que inclui compreensão, paciência, cumplicidade e carinho. Cuidar do aspecto psicológico do paciente é essencial. “Muitas vezes o idoso se sente sozinho e isso leva a um quadro de depressão. Conversar, dar atenção, se mostrar preocupado e interessado na vida do paciente são aspectos tão importantes quanto verificar a pressão arterial e monitorar a diabete”, explica Nayara Moreno, gerente de enfermagem da AleNeto Enfermagem.

O atendimento domiciliar proporciona e estimula uma relação íntima entre profissional e paciente, um situação difícil de acontecer, por exemplo, em um hospital. “Quando analisamos a contratação de um novo profissional, sempre levamos em consideração a maneira como ele se relaciona com as pessoas. É fundamental que, entre suas características pessoais, se destaque uma preocupação fraternal em relação ao próximo”, afirma Alexandre Moreno, gerente da AleNeto.

A enfermeira Tamires Guerra viveu, recentemente, uma situação que mostra a importância desta proximidade no atendimento. O marido de uma das pacientes que a profissional atende diariamente em sistema domiciliar pediu a ela que ajudasse a fazer um almoço especial à esposa. E ela fez. “A satisfação de vê-los felizes com aquele almoço foi muito gratificante e, com certeza, trouxe aspectos positivos na recuperação da mulher”, diz.

No atendimento domiciliar, os cuidados com a alma são tão importantes quanto os cuidados com o corpo.

A AleNeto Enfermagem tem profissionais especializados para plantões em domicílio e conta com  a melhor equipe de cuidadores de idosos e de curativos da região. Ligue (14) 3372-0631 e (14) 99747-0154.

 

 

Santa Cruz recebe as primeiras doses da Coronavac

VER NOTÍCIA

Santa Cruz recebe etapa da “Gincana do Caminhoneiro”

VER NOTÍCIA

Santa Cruz registra 15ª morte por Covid-19 e 10 pessoas estão na UTI

VER NOTÍCIA