Região

Abertura da 6ª Feira Artesanal de Ourinhos reúne centenas de visitantes

 

 

Pelo menos 400 visitantes prestigiaram, na noite de quinta-feira (06), a abertura da 6ª Feira Artesanal de Ourinhos, que se estende até domingo (09), no recinto da Fapi, das 10h às 21h. A feira dispõe de 69 expositores de diversos tipos de artesanato, desde patchwork, tecelagem e couro, até arte indígena, relicários, chinelos personalizados e crochê. O público também tem á disposição uma praça de alimentação. A cada duas horas os visitantes podem participar de um curso de artesanato oferecido no local.

         A abertura oficial da exposição também reuniu autoridades. Estiveram presentes a primeira-dama Clara Pocay; o vice-prefeito Doutor Ferreirinha; o Secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico Sustentável, Júlio Gurgel; secretário adjunto de Assistência Social, José Roberto Tasca; e os vereadores Cícero Investigador e Sérgio Pazianotto.

No discurso de abertura o vice-prefeito Ferreirinha falou da importância da feira e da promoção do intercambio entre os artesãos de Ourinhos e região. Os visitantes puderam apreciar também espetáculo de dança do ventre das alunas da professora Lila Pompeu.

 

 A primeira dama Clara Pocay ressaltou a importância dos trabalhos manuais.

“O artesanato é muito rico, ele traz geração de renda, conhecimento passado de geração em geração, é uma terapia, uma conexão entre as pessoas, trazendo um universo de possibilidades. Nós do Fundo Social queremos incentivar e fortalecer o artesanato na nossa cidade”, diz.

Carlos Bela, artesão de cerâmica queimada da cidade de São Paulo, está participando da feira pela terceira vez. “Eu adorei Ourinhos e povo daqui, pra mim é um prazer participar desta feira, que esse ano está ainda mais bonita”, comenta.

Lúcia Alvim, moradora de Ourinhos, achou a feira maravilhosa e de muito bom gosto. “A qualidade dos trabalhos está de parabéns, já estou de olho em três artesanatos que eu gostei muito e tenho a intenção de comprar” disse.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico Júlio Gurgel a feira proporciona a cultura do artesanato e a troca de conhecimento. “A feira tem tudo para ser um sucesso e isso é resultado de uma boa gestão, os artesões estão felizes, os visitantes estão gostando, e o resultando será excelente”, comenta.

 

Orquestra de Câmara Santa Cruz faz apresentação em Homenagem aos Pais

VER NOTÍCIA

Projeto Guri está com vagas abertas

VER NOTÍCIA

Orquestra Santa Cruz participa de quermesse na Praça da Matriz

VER NOTÍCIA