Entretenimento

Grupo Impressão comemora 13 anos com “Roda de Samba”

 

 

Como aconteceu com a maioria das bandas de pagode que se espalharam pelo Brasil nos anos 90, o Grupo Impressão começou a partir de uma brincadeira de amigos de infância. Em 2004, cinco garotos que se cruzavam nos corredores da Escola Leônidas do Amaral Vieira, e que queriam de alguma forma ser reconhecidos por um talento que acreditavam ter, resolveram se organizar e montar uma banda de pagode.

Fãs do ritmo que dominou as rádios do país no final da década de 90 e início de 2000, os cinco santa-cruzenses até que não demoram muito para conseguir alcançar seu objetivo inicial.

Mesmo com instrumentos de qualidade questionável, Paulinho, Junynho, Marinho, Helião e André, passaram a ser presença constante em festas particulares, aonde aos poucos iam conquistando mais admiradores e incentivadores.

Distante das grandes capitais, em um curto espaço de tempo, o Impressão se tornaria referência na região, atraindo a atenção de Casas que até aquele momento relutavam dar espaço ao pagode.

Com grande aceitação e um público cada vez mais fiel, não demorou muito para o Impressão ‘se profissionalizar’ e partir para outra realização, a gravação de um CD com músicas próprias.

Já em 2005 o grupo entrou em estúdio para gravar o álbum intitulado “Um Beijo”. Disco com 12 faixas que ajudaria a levar ainda mais longe o nome da banda santa-cruzense. Gravado em Bauru e finalizado no Estúdio Mosh, em São Paulo, o trabalho chamou a atenção pela qualidade.

Graças à música “Mais que Ficar”, que permaneceu entre as mais tocadas nas rádios da região, surgiram convites para o Impressão se apresentar em outros estados como Paraná e Mato Grosso do Sul, e abrir shows de artistas que comandavam as paradas musicais como Jeito Moleque, Pixote, Araketu, e até de artistas de outros segmentos como João Bosco & Vinícius.

Com o nome consolidado, em 2009 a banda voltou ao estúdio para um novo trabalho, a produção do EP, “Dor de Cabeça”. Projeto que contou com a participação de grandes músicos do cenário do samba e pagode do país, como Michel Fujiwara, Eder Miguel, Ed White, Michel Dias, entre outros.

Além da faixa que batizava o álbum, o EP também contou com a faixa “Estar com você” que trazia Junynho como uma das vozes do grupo ao lado de André.

O EP também contou com a faixa “Tudo que Puder”, um swing que mesclava guitarras e metais com a percussão, mistura que se tornaria marca registrada da banda.

Com inúmeras apresentações no país, o Impressão permaneceu em atividade até 2010, quando encerrou suas atividades.

Mesmo sem se apresentar, até hoje o grupo é lembrado como a principal banda do segmento na região.

Capa do CD “Um Beijo”

 

Os meninos que ‘só queriam aparecer’ conquistaram admiradores e acabaram abrindo portas para diversas bandas do mesmo gênero que viriam na sequencia.

E justamente para relembrar esses diversos momentos, Marinho, André, Helião, Paulinho e Junynho, marcaram para a noite da próxima sexta-feira, 14, uma apresentação única; a “Roda de Samba Grupo Impressão 13 Anos”.

O evento agendado para a Cervejaria Barrica, palco de grandes momentos da carreira da banda, celebrará os 13 anos do surgimento do grupo e reunirá os sucessos que marcaram a história dos fãs e admiradores que tiveram suas vidas marcadas de alguma forma pelo grupo.

Como de costume, o Impressão preparou uma estrutura diferente do habitual para esta festa de aniversário. No formato 360°, os integrantes deverão dividir espaço com o público, em uma Roda de Samba dentro da pista.

A apresentação promete contar com a interação habitual com o público, além das diversas histórias dos 13 anos que de acordo com os integrantes, serão relembradas durante a Roda de Samba.

 

Roda de Samba Grupo Impressão 13 anos

Local: Cervejaria Barrica – Santa Cruz do Rio Pardo/SP

Data: 14 de Abril

Hora: 23h59

Pontos de venda: Loja H.Majoni (Conselheiro Dantas) e Paulinho da Panela.

 

 

 

 

 

“I Semana de teatro Umberto Magnani” começa nesta quarta-feira

VER NOTÍCIA

Icaiçara Clube comemora conquista no Taboão Fest Dance

VER NOTÍCIA

“Em estrutura será a maior até agora” diz uma das organizadoras da encenação da Paixão de Cristo

VER NOTÍCIA