Revista

Dente de leite não caiu e o dente permanente nasceu?

 

 

 

Esta é uma situação frequente para os odontopediatras. Esses casos são chamados de retenção prolongada do dente de leite.

 

“O que acontece é que a raiz do dente de leite não é totalmente reabsorvida como deveria, deixando o dentinho retido. Por outro lado, o dente permanente acaba se movimentando e se posicionando em um local onde exista menor resistência para que ele nasça”, explica a odontopeatria, Mayra Salaro.

 

Para os pais a orientação é que assim que for diagnosticada a retenção prolongada, a criança pode tentar “amolecer” o dentinho para que ele caia naturalmente, mas caso não ocorra o ideal é que se realize a extração do dentinho de leite.

 

“A grande preocupação dos pais é se o dente que está nascendo por trás vai ficar “torto”. Normalmente, se existe espaço suficiente para o dente ocupar sua posição, a própria força da língua irá empurrá-lo para seu lugar”.

 

 

No caso desta imagem, por exemplo, a mãe e criança foram orientadas a realizar a ginástica do dente ( tentar amolecer) mas não houve resultados positivos, então foi realizada a exodontia do dentinho de leite.

 

“No entanto, antes de realizar qualquer tipo de procedimento é necessário o acompanhamento do odontopediatra”, conclui Mayra.

 

 

 

 

Covid-19: Dr. Jonas é internado e estado do Dr. André é grave

VER NOTÍCIA

AME Ourinhos destaca programas de prevenção de saúde da mulher e do homem

VER NOTÍCIA

Covid-19: sete internações só no final de semana em Santa Cruz

VER NOTÍCIA