Entretenimento

Associação Musical Santacruzense conquista título de Utilidade Pública

 

 

Foi aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores, na noite da última segunda-feira (3 de julho), o título de Utilidade Pública à Amus (Associação Musical Santacruzense).

A Associação Musical foi fundada em 2009, tendo por finalidade angariar recursos para o suporte técnico, financeiro e artístico do Projeto Orquestra de Câmara Santa Cruz e de demais projetos musicais que venham a ser criados.

Para o coordenador técnico e artístico da Orquestra de Câmara Santa Cruz, o professor José Magalli Junqueira, o título abrirá muitas portas e oportunidades para a Associação, como busca de recursos junto aos órgãos público, além da conquista de maior credibilidade. “Agradecemos a sensibilidade do legislativo para com este projeto de extrema importância para a Associação”, comentou o professor José Magalli Junqueira.

Vários vereadores, como Luciano Severo, Maura Romualdo Macieirinha, Murilo Costa Sala, Cristiano de Miranda, Cristiano Neves, Marcos Valantieri, Edvaldo Godoy, Marcelo Santos e o autor da proposta, Luiz Tavares, usaram a tribuna para parabenizar à Associação e o Projeto Orquestra de Câmara e manifestaram seu apoio ao título.

Professor Magali acompanhou a votação do projeto ao lado da família

 

“Todos os envolvidos nestas ações estão de parabéns, pois levam música e cultura para crianças e adolescentes carentes que necessitam de atenção”, ressaltou.

Desde 2015, a Associação Musical é proponente, junto à Secretaria de Estado da Cultura ( ProAc), do Projeto “Orquestra de Câmara Santa Cruz”, em plena execução no Cras II do Bairro São José, em Santa Cruz do Rio Pardo. Em sua segunda fase o projeto atende a 30 crianças e adolescentes que aprendem a tocar instrumentos de corda como violino, viola clássica, violoncelo e contra baixo.

Compõem a associação os seguintes membros: Presidente – Solange Villas Boas Bianchi Gonçalves; Vice-Presidente – Célio Lourenço Gonçalves; Primeira Secretária – Sandra Cordeiro Mira Ortega; Segunda Secretária – Maria Eugênia Caetano; Primeiro Tesoureiro – Luiz Antonio da Silveira Frazzi; Segundo Tesoureiro – Marcos Ramos e Diretora Artística – Lúcia Marisa Pinhata.

A presidente, Solange Villas Boas tem participado ativamente do Projeto Orquestra de Câmara, principalmente no ponto de vista social, por meio de arrecadação de cestas básicas para doação às famílias dos alunos que passam por dificuldades financeiras.

Além da orquestra, e de acordo com seus estatutos, a Associação tem por finalidade promover concertos, oficinas musicais, palestras e demais atividades culturais e musicais com envolvimento de crianças, adolescentes e de demais pessoas da comunidade.

 

 

Segunda live do Curto Circuito Digital terá reprise do concerto de Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Live que abre o Curto Circuito Digital será nesta quarta-feira (14)

VER NOTÍCIA

Projeto Orquestra de Câmara Santa Cruz retoma aulas

VER NOTÍCIA