Revista

Setor de radiologia regulariza atendimentos e implanta novos exames

 

 

 

Desde novembro de 2016, o Setor de Diagnóstico por Imagem da Santa Casa de Misericórdia der Santa Cruz do Rio Pardo funcionava parcialmente, isto porque os exames eram realizados, mas não havia equipe médica para fazer os laudos, tendo em vista a transição de profissionais para execução do serviço. No entanto, neste mês de julho, os médicos radiologistas, Marcelo Belei e Bruno Oliveira assumiram o serviço e desde então trabalham para colocar o serviço em ordem. A direção técnica está sob a responsabilidade de Lourival Heitor.

Os médicos também chegam com algumas novidades que visam melhorar o atendimento ao paciente, além de agilizar o serviço.

Entre os novos atendimentos oferecidos estão especialidades radiológicas Mamárias, Intervencionista Percutânea e Oncológica. Além disso, os serviços de radiologia geral seguem sem alteração.

A radiologia intervencionista percutânea está relacionada às biopsias profundas como do fígado, pâncreas, renal e óssea. Até então o serviço não era realizado em Santa Cruz e nem mesmo na região, tendo de haver encaminhamento a São Paulo.

O objetivo do Setor é atuar desde a prevenção, diagnóstico e encaminhamento ao especialista. “Por exemplo, verificamos um nódulo na mama, entramos em contato com o médico que pode autorizar a biopsia, o procedimento é realizado, o resultado sai em média em sete dias, em caso positivo a paciente é encaminhada ao especialista. Esta agilidade é muito importante quando tratamos de saúde”, salienta Marcelo Belei.

Mais um diferencial é a agilidade nos ultrassons, pois tanto pacientes do SUS, como de convênios e particulares realizarão o exame e sairão com o laudo do local, no mesmo dia. Inclusive, novo aparelho de ultrassom entrou em funcionamento no setor.

No setor de radiologia ainda, com toda a tecnologia, estão a disposição diversos métodos de imagem como radiologia contrastada e convencional, mamografia, tomografia e ultrassonografia.

Do total de exames realizados, 60% correspondem ao SUS (Sistema Único de Saúde) e 40% são atendimentos particulares.

 

 

 

Covid-19: sete internações só no final de semana em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Covid-19 em Santa Cruz: 808 casos positivos e 786 pessoas curadas

VER NOTÍCIA

Depois de três meses Santa Cruz registra caso positivo de dengue

VER NOTÍCIA