Região

Uso de equipamentos de segurança e respeito ao trânsito garante trajeto seguro para ciclistas

 

 

CART reforça cuidados para utilização da bicicleta; capacete e faixas refletivas são alguns itens que devem ser usados

 

Seja a trabalho, por lazer ou esporte, as bicicletas estão cada vez mais presentes na vida das pessoas e a tendência é que o número de ciclistas aumente cada vez mais. Tanto os ciclistas de primeira viagem quanto aqueles mais experientes precisam tomar alguns cuidados para garantir a segurança.


A CART – Concessionária Auto Raposo Tavares reforça algumas orientações que devem ser tomadas pelos ciclista que praticam o esporte e usuários que utilizam o transporte.

A bicicleta é considerada pelo Código Brasileiro de Trânsito (CBT) um veículo. Portanto, o ciclista deve respeitar as placas de sinalização e sinais de trânsito. A primeira orientação é manter-se sempre na mão correta de direção, de acordo com os demais veículos. Andar na contramão é infração grave. Tanto as bicicletas como os pedestres têm a preferência sobre os veículos automotores, de acordo com a lei.

Os ciclistas devem circular por ciclovias, ciclofaixas e acostamentos, mas, quando não houver, devem se manter no canto direito da rua ou pista, seguindo o sentido dos outros veículos. Para evitar acidentes, o ciclista também precisa prestar atenção a conversões e cruzamentos. É interessante ainda sinalizar com as mãos quando for realizar alguma manobra ou desvio. Para maior proteção, ciclistas em grupo devem trafegar em fila.

É preciso que o ciclista esteja utilizando equipamentos para sua proteção como capacete, óculos ou viseira, joelheiras e cotoveleiras, luvas, e roupas específicas. Para quem pedala à noite são indicados casacos e coletes refletivos e que brilham no escuro.

A bike também precisa estar equipada com alguns itens obrigatórios como espelho retrovisor instalado no lado esquerdo, buzina e farol noturno, além de refletores laterais, frontais e traseiros e sinalização noturna nos pedais. Os pneus devem estar sempre cheios, mantendo a bicicleta em boas condições em todas as suas situações de uso.

“É importante que o ciclista respeite o seu espaço para transitar em segurança e pedale em local onde possa ser visto por outros veículos. Em relação à saúde, é importante manter-se sempre hidratado ao longo do percurso. Além dos itens de segurança é necessário que o ciclista escolha locais seguros para pedalar, evite horários de maior fluxo, trafegar próximo a ônibus e caminhões e disputar espaço com veículos” afirma Luis Santos, gerente Operações CART.

A CART, uma empresa Invepar Rodovias, administra o Corredor CART, que é formado pelas rodovias SP-225 João Baptista Cabral Rennó, SP-327 Orlando Quagliato e SP-270 Raposo Tavares, no total de 834 quilômetros entre Presidente Epitácio e Bauru, sendo 444 no eixo principal e 390 quilômetros de vicinais. A segurança dos usuários é um compromisso da Concessionária. Em 2016, a CART registrou 16,23% menos acidentes nas rodovias sob sua concessão em relação ao ano anterior e, no mesmo período, queda de 33,3% em vítimas fatais, antecipando os objetivos determinados como meta pela Década Mundial de Redução de Acidentes. A CART está entre as 10 melhores Concessionárias de Rodovias do Estado de SP, ocupando a sexta posição no ranking divulgado pela ARTESP – Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo que regulamenta e fiscaliza o Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo.

 

 

Corredor Raposo Tavares está entre as rotas mais seguras do Centro-Oeste e Oeste de SP

VER NOTÍCIA

Cuidado com a saúde dos olhos garante direção segura

VER NOTÍCIA

Dezembro Laranja: Motoristas estão expostos a riscos de câncer de pele

VER NOTÍCIA