Policial

Engenheiro é preso acusado de injúria racial

 

 

Um engenheiro (65 anos), morador do centro de Santa Cruz do Rio Pardo, foi preso no inicio da noite desta segunda-feira (11), acusado de injúria racial.

Segundo o boletim de ocorrência registrado pela Policia Militar, o engenheiro estava na fila preferencial do caixa no Supermercado Avenida, quando um comerciante (36 anos), também morador do centro de Santa Cruz, entrou na mesma fila, e foi alertado pelo engenheiro que ali era lugar para idosos.

“Ele me falou que ali era fila para idosos, então enquanto eu deixava aquele local esse senhor passou a me ofender, e me chamou de “muçulmano vagabundo”. disse o comerciante, que após os xingamentos desferiu um soco na costa do engenheiro. 

Após a confusão dos dois deixaram o mercado, e no estacionamento do estabelecimento o engenheiro pegou o seu carro, Fusca ano 79, e tentou atropelar o comerciante. Ele não acertou o seu alvo, e acabou chocando contra um Ford Fiesta de propriedade do comerciante.

Os funcionários do mercado acabaram intervindo, e evitando uma nova briga, e a PM foi acionada, os dois foram levados para delegacia.

Na delegacia foi feita a apreensão do Fusca, estava sem licenciamento, e o engenheiro não possui CNH. Foi ainda registrado o flagrante de injúria racial, sendo o engenheiro encaminhado a cadeia de São Pedro do Turvo, onde aguarda a audiência de custódia, que será realizada nesta terça-feira.

 

 

Moto é furtada no Jardim Santana 2 em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Ex namorada “detona” loja de comerciante

VER NOTÍCIA

Motorista é preso após agredir companheira

VER NOTÍCIA