Política

CPI da Codesan “Todos tinham conhecimento, presidentes, prefeitos e diretores” diz Denise Vidor

 

 

Acionista da Codesan por 24 anos, 16 anos como conselheira, e de julho de 2013 a janeiro de 2017 trabalhando como assessora jurídica da empresa, a advogada Denise Vidor foi ouvida nesta sexta-feira (01) na “CPI da Codesan”.

E assim como vários depoentes ela também disse que todos sabiam do pagamento de horas extras “Isso era discutido em reuniões do conselho, da diretoria, todos sabiam, prefeitos, presidentes da empresa, até o Claudio Gimenez quando assumiu ficou sabendo, mesmo com as horas extras não existindo mais” disse Denise Vidor.

Vidor também salientou que as horas eram pagas tanto para funcionários internos como externos “As horas eram pagas para todos, interno e externo, vários setores, vale lembrar, e eu disse isso no depoimento, na maior parte dos casos as horas eram trabalhadas, a gente via isso, o pessoal vestia a camisa da empresa, o pessoal trabalhava muito”.

A advogada também criticou a CPI “Tinha que ter sido feito há muito tempo atrás e não agora, não sei porque isso veio para a imprensa agora, não vejo motivo, isso já era de conhecimento de todos lá atrás, começou em 2003, 2005 e nós estamos em 2017, essa gestão tinha conhecimento disso, os outros também tinham, não consigo entender porque agora, não sei qual a intenção de quem fez isso”.

Ao final Denise fez questão de defender José Éder Pereira (Edinho), ex presidente da empresa e morto em acidente automobilístico neste ano “Esse assunto abalou muito o Edinho, em uma semana ele perdeu oito quilos, ele pensava muito nos filhos, eu tenho a convicção de que ele não ficou com dinheiro, Edinho tinha um coração muito bom, ele tinha pena do pessoal que ganhava pouco e tinha família, então acabou concordando em pagar isso, mas não fez de maneira nenhuma para ele, não ficou com nenhum dinheiro, fez para ajudar os funcionários” concluiu.

Ouça na íntegra a entrevista coletiva da advogada após o seu depoimento:

 

 

 

“Otacílio, vou ser o deputado que mais mandou verbas para Sta Cruz na história” diz Augusto

VER NOTÍCIA

“O Capitão Augusto não mandou um centavo para saúde de Sta Cruz este ano” diz Dr. Otacílio

VER NOTÍCIA

Prefeito retira ambulância de Caporanga, volta a criticar imprensa e “”grupo político”

VER NOTÍCIA