Revista

Orquestra de Câmara Santa Cruz se prepara para Curto Circuito Cultural

 

 

O ano de 2018 começou com tudo para a Orquestra de Câmara Santa Cruz, isto porque foi aprovado o Projeto Curto Circuito Musical, através da Lei Rouanet- Pronac (Programa Nacional de Apoio à Cultura).

Atualmente tanto a coordenação, como equipe pedagógica e técnica trabalham na fase de planejamento para a sua execução. Na última sexta-feira (26 de janeiro), inclusive,  os membros das equipes se reuniram para traçar metas e definições.

O projeto prevê apresentações da Orquestra de Câmara Santa Cruz por diversas cidades da região de Santa Cruz do Rio Pardo. A primeira apresentação será na cidade sede da Orquestra, ainda sem data definida.

“O projeto, além de levar o nome da orquestra e da nossa cidade, será uma grande oportunidade de divulgar também a ideia de se realizar projetos desta natureza nas cidades visitadas, possibilitando-as a  acolher crianças e jovens em vulnerabilidade social”, pontua o responsável técnico e artístico, o professor, José Magalli Junqueira.

A execução do projeto depende de renúncia de parcela de Imposto de Renda de pessoas físicas e jurídicas. Para a primeira fase do Curto Circuito, são empresas apoiadoras: Abatedouro Beira Rio, Supermercados Avenida, Produtos Alimentícios Cefer LTDA, São João Alimentos, Supermercado São Sebastião e Supermercado Vitória de Assis.

No entanto, a captação de recursos está em aberto para pessoas físicas e jurídicas. “É mais uma forma de a pessoa destinar parte de seu imposto em projetos que tem dado bons frutos”, destaca o professor Magali.

 

LEI ROUANET

 

Criada em 1991, a Lei de Incentivo à Cultura, mais conhecida como a Lei Rouanet, é conhecida por sua política de incentivos fiscais para projetos e ações culturais: por meio dela, cidadãos (pessoa física) e empresas (pessoa jurídica) podem aplicar nestes fins parte de seu Imposto de Renda devido. Atualmente, mais de 3 mil projetos são apoiados a cada ano por meio desse mecanismo.

Inclusive, no dia 16 de janeiro, foi lançada a campanha Cultura gera Futuro, pelo ministro da cultura, Sergio Sá Leitão. De acordo com material divulgado sobre a campanha, leis de incentivo como a Rouanet assumem papel estratégico não apenas como propulsores do segmento criativo, mas como instrumentos de desenvolvimento econômico do país.

 

ORQUESTRA DE CÂMARA SANTA CRUZ

 

 A Orquestra de Câmara Santa Cruz foi criado há dois anos e quatro meses. O projeto é mantido por empresas que repassam percentual do seu ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) aos projetos culturais, através da Lei de Incentivo, por meio do ProAC (Programa de Ação Cultural). As empresas apoiadoras do projeto Orquestra de Câmara Santa Cruz são: Solito, Special Dog, Guacira Alimentos, Santa Massa, Hidroceres e Rede Graal.

As aulas acontecem todas as terças e quintas das 15h às 20h e aos sábados das 9h às 11h30, no Cras Betinha, no bairro São José.

 

 

Inscrições para o Desfile cívico de 7 de setembro em Ourinhos vão até dia 13 de agosto

VER NOTÍCIA

Final de semana de muito rock em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Com três dias Rock Rio Pardo agita a região no final de julho

VER NOTÍCIA