Revista

Orquestra de Câmara Santa Cruz se prepara para Curto Circuito Cultural

 

 

O ano de 2018 começou com tudo para a Orquestra de Câmara Santa Cruz, isto porque foi aprovado o Projeto Curto Circuito Musical, através da Lei Rouanet- Pronac (Programa Nacional de Apoio à Cultura).

Atualmente tanto a coordenação, como equipe pedagógica e técnica trabalham na fase de planejamento para a sua execução. Na última sexta-feira (26 de janeiro), inclusive,  os membros das equipes se reuniram para traçar metas e definições.

O projeto prevê apresentações da Orquestra de Câmara Santa Cruz por diversas cidades da região de Santa Cruz do Rio Pardo. A primeira apresentação será na cidade sede da Orquestra, ainda sem data definida.

“O projeto, além de levar o nome da orquestra e da nossa cidade, será uma grande oportunidade de divulgar também a ideia de se realizar projetos desta natureza nas cidades visitadas, possibilitando-as a  acolher crianças e jovens em vulnerabilidade social”, pontua o responsável técnico e artístico, o professor, José Magalli Junqueira.

A execução do projeto depende de renúncia de parcela de Imposto de Renda de pessoas físicas e jurídicas. Para a primeira fase do Curto Circuito, são empresas apoiadoras: Abatedouro Beira Rio, Supermercados Avenida, Produtos Alimentícios Cefer LTDA, São João Alimentos, Supermercado São Sebastião e Supermercado Vitória de Assis.

No entanto, a captação de recursos está em aberto para pessoas físicas e jurídicas. “É mais uma forma de a pessoa destinar parte de seu imposto em projetos que tem dado bons frutos”, destaca o professor Magali.

 

LEI ROUANET

 

Criada em 1991, a Lei de Incentivo à Cultura, mais conhecida como a Lei Rouanet, é conhecida por sua política de incentivos fiscais para projetos e ações culturais: por meio dela, cidadãos (pessoa física) e empresas (pessoa jurídica) podem aplicar nestes fins parte de seu Imposto de Renda devido. Atualmente, mais de 3 mil projetos são apoiados a cada ano por meio desse mecanismo.

Inclusive, no dia 16 de janeiro, foi lançada a campanha Cultura gera Futuro, pelo ministro da cultura, Sergio Sá Leitão. De acordo com material divulgado sobre a campanha, leis de incentivo como a Rouanet assumem papel estratégico não apenas como propulsores do segmento criativo, mas como instrumentos de desenvolvimento econômico do país.

 

ORQUESTRA DE CÂMARA SANTA CRUZ

 

 A Orquestra de Câmara Santa Cruz foi criado há dois anos e quatro meses. O projeto é mantido por empresas que repassam percentual do seu ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) aos projetos culturais, através da Lei de Incentivo, por meio do ProAC (Programa de Ação Cultural). As empresas apoiadoras do projeto Orquestra de Câmara Santa Cruz são: Solito, Special Dog, Guacira Alimentos, Santa Massa, Hidroceres e Rede Graal.

As aulas acontecem todas as terças e quintas das 15h às 20h e aos sábados das 9h às 11h30, no Cras Betinha, no bairro São José.

 

 

Santa Cruz realizará concurso de Miss

VER NOTÍCIA

Carnaval de rua em Santa Cruz atraiu milhares de pessoas

VER NOTÍCIA

Começa hoje carnaval em Santa Cruz

VER NOTÍCIA