Educação

Com alimentação saudável, merenda escolar é fornecida para 9 mil crianças

 
 
Secretaria Gestão e Comunicação Social Santa Cruz do Rio Pardo

 

Considerada uma das melhores alimentações escolares da região, a merenda do município de Santa Cruz do Rio Pardo alimenta diariamente cerca de nove mil crianças distribuídas em 27 escolas. Segundo as nutricionistas Lígia Lorenzetti Reis e Priscila Carrer, o cardápio produzido semanalmente é composto por frutas, legumes, verduras, proteínas e carboidratos para formar uma alimentação saudável e enérgica para as crianças.

A diretora do departamento da merenda, Estefânia Tavares explica que os produtos são adquiridos, armazenados e enviados semanalmente com o cardápio para as merendeiras escolares prepararem as refeições.

As crianças das creches e das escolas municipais integrais recebem quatro alimentações por dia; o café da manhã, almoço, fruta e lanche da tarde, as estaduais com período integral recebem três refeições e as escolas com meio período uma alimentação.

O município também oferece cardápios individualizados e especiais que são solicitados pelos pais através de um parecer médico ou de um nutricionista. “Atualmente preparamos cerca de 70 cardápios especiais, são casos como diabetes, colesterol, alergias, obesidade e diversas outras patologias”, explica a nutricionista Lígia.

De toda alimentação servida é coletada diariamente e separadamente uma amostra de 100 gramas para análise laboratorial. “Tudo é anotado em planilhas para prevenções futuras e outros estudos”, afirma.

Mensalmente as nutricionistas também realizam visitas nas escolas para orientação das merendeiras, verificação do nível de aceitação da alimentação por parte das crianças e vistorias técnicas. Duas vezes por ano também ocorre capacitação para as merendeiras escolares com palestras e whorkshops.

 

 

 

Matrículas abertas para Educação Infantil em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Atiradores do TG de Santa Cruz visitam Comando da Aviação do Exército

VER NOTÍCIA

Prefeitura doa 500 brinquedos pedagógicos aos Núcleos de Educação Infantil

VER NOTÍCIA