Revista

Colaboradores da Santa Casa participam do Dia da Higienização das Mãos

 

 

No último sábado (5 de maio) foi comemorado o Dia Mundial de Higienização das Mãos, como forma de destacar a importância data, os colaboradores da Santa Casa de Misericórdia de Santa Cruz do Rio Pardo participaram de uma ação.

A enfermeira, Maria Cecília Jorge Farinha passou nos setores do hospital para a demonstração, à equipe de enfermagem, da maneira correta da lavagem das mãos.

Para memorização da conduta, os colaboradores participaram de uma dinâmica. De olhos vendados, eles tiveram de lavar as mãos sujas com tinta guache. “As bactérias estão invisíveis aos nossos olhos e desta forma podemos perceber, o quanto podemos melhorar a técnica de lavagem das mãos, evitando assim as infecções cruzadas, no manuseio dos pacientes”, comenta a enfermeira. Ao final da ação, os colaboradores receberam bisnagas de álcool gel, o material foi uma doação do Grupo Acorda Santa Cruz.

A enfermeira lembrou que a higienização das mãos pode ser realizada tanto com a água, como com o álcool gel. A lavagem com a água e sabão deve durar em torno de 40 a 60 segundos, enquanto com o álcool gel, cerca de 20 segundos. No entanto, a higienização com o álcool é indicada três vezes seguidas, após é necessário higienizar com água. “Por isso, é interessante, os colaboradores estarem prevenidos com o álcool gel disponível no bolso”, explica.

Seguem os dez passos da higienização das mãos: abrir a torneira, enxague das mãos, lavagem das palmas das mãos, entre os dígitos, polegar, dorso da mão, unha e por último o punho, enxague novamente e secagem das mãos. É importante salientar que não deve haver contato com a torneira que tem de ser fechada com um papel toalha.

 

 

Assistência domiciliar ajuda a superar câncer de mama

VER NOTÍCIA

Hipertensão arterial sistêmica é a doença mais comum em idoso

VER NOTÍCIA

Cuidados com a demência

VER NOTÍCIA