Policial

Motociclista que sofreu grave acidente no centro de Santa Cruz está bem, apesar de várias fraturas

 

 

A moto ficou destruída com a forte batida, apesar de várias fraturas o motociclista não corre risco de morte

 

Um acidente de trânsito envolvendo uma moto e um carro no centro de Santa Cruz do Rio Pardo, chamou a atenção da população, pela violência do impacto, e o estado que ficaram os dois veículos, a moto destruída, e o carro com grandes danos.

A batida foi no cruzamento das ruas Batista Botelho com a Euclides da Cunha, próximo das 17h. Uma dentista, moradora de Manduri, disse que conduzia um Passat relatou a sua versão “Eu cheguei no cruzamento com a Euclides da Cunha e parei, não vi nenhum veiculo e então continuei, de repente ouvi uma moto acelerando e senti o impacto, e ao olhar pelo retrovisor vi um homem caído na parte de trás do meu carro”.

O motociclista se chama Tiago de Souza Ribeiro, 35 anos, e é morador do residencial Braúna, teve várias fraturas, foi socorrido por uma equipe do Samu e levado para Santa Casa onde segue  internado.

A irmã do rapaz usou sua conta em uma rede social para dizer que apesar da gravidade do acidente e de várias fraturas, o irmã está bem.

A perícia cientifica esteve no local, e pelas primeiras informações o motociclista estaria em uma velocidade muito acima da permitida naquele local, isso porque o velocímetro da moto travou no 70 km/h, o que leva a crer que na hora da colisão ele estaria acima dos 80 por hora em uma via de 30 km/h.

A Policia Militar também esteve no local e registrou a ocorrência como “Acidente de Trânsito com Vitima”.

 

A lateral do Passat ficou bastante danificada                                                                                                                                                           

 

Corpo de Bombeiros encontra corpo do jovem Sansuilli

VER NOTÍCIA

Adolescente desaparece nas águas do Rio Pardo

VER NOTÍCIA

PM prende dois rapazes após roubo em casa no centro de Santa Cruz, um deles saiu da cadeia faz um mês

VER NOTÍCIA