Entretenimento

Streaming sacode TV tradicional e aumenta busca por internet

 

 

A televisão tradicional como conhecemos vem perdendo espaço para os serviços de streaming (fluxo de dados ou conteúdos multimídia, como Netflix). Com o crescimento da busca pelo streaming as TVs abertas e por assinatura estão perdendo audiência. Com isso, os clientes de internet buscam conexões estáveis e de banda larga.

Sócia-fundadora da NET.COM, Julinayde Adorno relata que a procura por internet de qualidade é grande pelas pessoas que querem usar o streaming, para entretenimento, ou para trabalhar e estudar.

Julynaide Adorno da Net.Com

 

Marcos Aurélio da Silva Souza, sócio e diretor financeiro da NET.COM, exemplificou que os canais de TV estão vendo esta tendência e migrando para a internet através de aplicativos. “Você não precisa mais chegar em casa 21h para não perder a novela. Agora, assiste a hora que quiser pelo Globo Play, dá pause para ir ao banheiro, para atender a campainha, o telefone, etc”.

Outro exemplo é a HBO (canal de filmes) que disponibilizou um serviço de assinatura para assistir ao canal através de streaming. Com isso, não é preciso assinar um pacote da Sky com canais que não são do interesse da pessoa, como os infantis quando a pessoa não tem filhos. Aqueles que só se interessam por filmes podem assinar o canal da HBO, ou assinar a Netflix, por exemplo.

Ao vivo

A busca por conexão de qualidade também acontece pelos clientes que assistem conteúdos ao vivo. Hoje o conteúdo ao vivo vai desde uma aula online, até a transmissão da Copa do Mundo em qualidade 4k que irá ocorrer este ano.

“A SporTV não consegue transmitir via satélite em 4k e, por isso, irá disponibilizar aos seus assinantes o acesso ao vivo pela internet através de um aplicativo. Para o usuário acessar estes serviços é preciso uma boa conexão, com estabilidade”, conta Giuliano Simão Balielo, diretor técnico e sócio da NET.COM.

Os cursos de EAD (ensino a distância) também vem crescendo em quantidade e variedade. As pessoas fazem faculdade à distância, cursos técnicos, especializações, reuniões através da internet, trabalho home office, etc. “A internet está rompendo estas barreiras”, disse.

Os games também estão no mercado que utiliza streaming e precisa de internet estável. Os jogos online precisam de muita estabilidade. “Tudo isso são tendências, são tecnologias que já existem e estão cada vez mais atraindo a atenção das pessoas, disse Giuliano.

Julinayde lembra que a tecnologia vem barateando e ficando cada vez mais acessível. “há alguns anos, uma televisão smart só era acessível para classe A, pois era muito cara. Hoje se compra uma tv destas por mil reais em 10x e isso faz ficar acessível a mais pessoas. Então, estes cliente ]sas pessoas nos procuram querendo internet para poder usar os aplicativos da TV como Youtube e Netflix”, relata a empresaria.

Marcos Aurélio explica que toda tecnologia nova vem para o mercado com um custo embutido muito alto. Ele argumenta ainda que o tempo entre o lançamento e os preços começarem a abaixar está cada vez menor.