Policial

Caminhoneiros de Santa Cruz prometem parar rodovias da região nesta quarta-feira

 

 

Líderes do movimento em Santa Cruz se reuniram com policiais e resolveram iniciar protesto amanhã

 

A greve dos caminhoneiros que começou nesta segunda-feira (21) no Brasil,  e já atinge 19 estados, nesta quarta-feira (23) ganha o apoio dos profissionais de Santa Cruz do Rio Pardo, que prometem parar inicialmente a SP 225, rodovia Ipaussu-Bauru.

No final da tarde de hoje (22) teve inicio um pequeno movimento na altura do trevo próximo ao Distrito Industrial. Alguns caminhoneiros com apoio de agricultores, colocaram algumas máquinas na pista, e pararam caminhões por alguns minutos.

A Policia Rodoviária e Policia Militar de Santa Cruz estiveram no local, e os manifestantes foram orientados a não continuar a ação no período da noite.

“Nós entendemos e até apoiamos a manifestação dos senhores, mas a segurança de todos está acima de tudo, e temos orientações para que a rodovia não seja fechada após as 18 horas, lá em Ourinhos aconteceu protesto o dia todo, e as rodovias foram liberadas agora pouco, espero a compreensão dos senhores aqui também” disse um Policial Rodoviário aos caminhoneiros e agricultores.

“Não queremos fazer bagunça, só queremos mostrar o que estão fazendo com a gente, o governo tem de entender que está acabando com a nossa classe, e nós precisamos mostrar para eles que o país não anda sem a gente” disse um dos lideres do movimento que não quis se identificar.

Um outro mais exaltado não concordou com a orientação do policial “Eu não concordo liberar as seis horas, um caminhão bom em 4 horas chega em São Paulo, então vai atrapalhar muito pouco, temos de parar tudo de uma vez” falou.

Após uma conversa entre os manifestantes e os policiais aconteceu o acordo, eles concordaram e não parar os caminhões hoje, e ficou acertado que amanhã o protesto terá inicio a partir das sete horas nas proximidades do Posto Paloma.

“Não vai passar nenhum caminhão, já conversamos no Paloma e vamos desviar todos os caminhões para o pátio, e quando encher vamos para o acostamento, só vai poder passar carros pequenos, espero que outros caminhoneiros comprem nossa briga” comentou um dos líderes do movimento, que também pediu para não ser identificado.

Durante a conversa os caminhoneiros ouviram de um dos policiais, que a Policia Militar Rodoviária irá acompanhar tudo de perto, e ajudar na orientação do trânsito, e que nas condições acertadas não haverá nenhum tipo de ação contrária ao manifesto, como multa por exemplo.

Inclusive receberam a informação de que se o protesto ocorrer tudo conforme combinado, e no Paloma, não precisará ser interrompido as 18:00.

Os líderes do manifesto aproveitaram a presença da reportagem do Santa Cruz News e pediram apoio dos caminhoneiros e agricultores de Santa Cruz no manifesto que começa amanhã “Quem não está contente com essa situação, e ninguém está, é só se juntar a gente amanhã no Paloma” concluiu um caminhoneiro.

 

Por alguns minutos caminhões ficaram parados no trevo de Santa Cruz                                                                                                                                                                                                           

 

 

 

 

PM prende “Rato”, autor de vários furtos nos últimos dias em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Enquanto família dormia, casa é invadida durante a madrugada na Vila Fabiano

VER NOTÍCIA

Casa de aposentado na Vila Fabiano é furtada enquanto ele dormia

VER NOTÍCIA