Esportes

CAS Formando Talentos atende 120 atletas

 

 

Com intuito de promover a prática de esportes (futebol de campo) e principalmente ensinar a cidadania, foi lançado na noite de ontem (25 de junho), o Projeto CAS Formando Talentos, na Câmara Municipal.

O projeto atende a 120 atletas, com idade entre 5 e 15 anos. Os alunos participam dos treinos no contra turno escolar. O projeto- possível através de recursos disponibilizados por empresas, através da Lei de Incentivo Fiscal, que possibilita o repasse de até 3% do ICMS- ‘abraçou’ o CAS (Clube Atlético Santacruzense), fundado há 19 anos, possibilitando assim melhores condições para a formação dos atletas.

As empresas patrocinadoras são: Special Dog, Plenan, Santa Massa e São João Alimentos.

Durante a cerimônia de lançamento, o presidente do CAS, Marcos Biancon, falou da satisfação com o lançamento. “Estamos muito felizes em poder fazer algo para as crianças. Obrigado aos apoiadores e aos pais por acreditarem em nosso trabalho”.

O vice-presidente da Câmara, vereador Luciano Severo destacou o objetivo do projeto. “Principalmente formar pessoas de bem e ainda descobrir os talentos do futebol”.

O secretário de esportes, Carlos Eduardo Bosseto Rosin, mencionou a importância destes projetos e parceria com a prefeitura, que disponibiliza o Campo do Guarani, no bairro da Estação, para os treinos. “A lei de incentivo é algo muito importante para que estas parcerias entre poder público e privado, possa ser realizada com sucesso”.

O gerente de Desenvolvimento Sustentável da empresa Special Dog, João Paulo Figueira, classificou a Lei de Incentivos como forma de possibilitar muitas oportunidades em Santa Cruz do Rio Pardo. “E um projeto com esta robustez não poderia deixar de contar com nosso apoio”.

Além dos treinamentos, o projeto também conta com apoio de dois psicólogos aos alunos e pais.

O gerente do Projeto, Domingos do Carmo acredita que o projeto será colocado em prática em longo prazo. “É uma ação que veio para ficar, pois o município sozinho não consegue viabilizar estes projetos a todos os públicos e isto se faz possível através da Lei de Incentivo”.

Ao final os alunos, Miguel, Luiz Miguel e Matheus receberam de forma simbólica os uniformes representando os demais atletas que fecharam a cerimônia com o grito de guerra do clube.

Vânia Aparecida dos Santos, mãe do atleta Ibson Caetano está animada com o início do Projeto. “O meu filho está há dois anos no projeto e com o início desta parceria as condições tendem a melhorar”.

 

 

Clube Atlético Santacruzense compete em três campeonatos

VER NOTÍCIA

Prefeitura define equipe de treinamento de atletas paralímpicos de Ourinhos

VER NOTÍCIA

Santacruzense perde em casa, e se complica no paulista sub 20

VER NOTÍCIA