Policial

PM evita “sequestro” em Santa Cruz

 

 

A vitima (foto) de camiseta preta é levada para UPA para exame de corpo delito.

 

Uma possível tentativa de sequestro movimentou o setor policial em Santa Cruz do Rio Pardo na tarde desta quarta-feira (08). Chegou denúncia para a Policia Militar de que três homens haviam retirado a força um rapaz de dentro de um ônibus e o agredido na rodoviária do município.

Após a agressão colocaram o rapaz dentro de um carro Golf com placas de Torrinha, e a informação de que teriam fugido sentido Ipaussu.

Alguns policiais iniciaram patrulhamento, porém o Sargento Luiz da PM entrou em contato com PM João Francisco que estava trabalhando em Espírito Santo do Turvo, desconfiando que os fugitivos poderiam estar sentido Castelo Branco. A viatura composta pelo Sargento Luiz com Cabo Vilas Boas avistaram o veiculo suspeito, e realmente estava sentido Castelo Branco, e passaram a seguir o Golf.

Então rapidamente João Francisco foi até a alça de acesso da Castelo, para fazer o cerco, e ao avistar as viaturas os homens pararam o carro.

Eles ainda ficaram um tempinho parados dentro do carro, mas em minutos se renderam sem esboçar reação, e se entregaram aos policiais.

Todos foram levados para delegacia onde o caso começou a ser desvendado.

A vitima se chama Diego Mendes Rocha, 28 anos, morador de Londrina. Ele disse que é usuário de drogas e estava internado em uma clínica de recuperação na cidade de Bofete, onde estava sendo mal tratado, inclusive passando fome, e por isso resolveu fugir.

“Eu estava indo para Ourinhos para encontrar meu pai” disse Diego.

Já os três sequestradores, todos com passagem pela policia, deram a mesma versão. Eles disseram que o dono do clínica deu o carro e pediram para que eles trouxessem o Diego de volta. 

A vitima passou pela UPA para exame de corpo delito, onde foi constatado vários ferimentos. “Eles me amarraram e me agrediram” comentou a vitima.

A equipe da Policia Civil entrou em contato com o pai da vitima, ele disse que os rapazes mandaram uma foto do seu filho, e disseram que estavam o levando de volta para Bofete. Inclusive quando foi contato pelo investigador, o pai afirmou que havia deixado Londrina e estava indo para Bofete. 

A ocorrência ainda estava em andamento até o fechamento desta matéria, e o pai era aguardado na Central de Policia Judiciária.

O delegado responsável pelo caso, Valdir Alves de Oliveira, não quis confirmar se a ocorrência seria de sequestro. “Vamos aguardar mais informações” disse o delegado para a reportagem do Santa Cruz News.

 

Cabo Vilas Boas da PM, e Dr. Valdir realizam vistoria no Golf, nenhuma arma foi encontrada                                                                                                                                                            

 

 

PM prende “Rato”, autor de vários furtos nos últimos dias em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Enquanto família dormia, casa é invadida durante a madrugada na Vila Fabiano

VER NOTÍCIA

Casa de aposentado na Vila Fabiano é furtada enquanto ele dormia

VER NOTÍCIA