Policial

PM prende “Rato”, autor de vários furtos nos últimos dias em Santa Cruz

 

 

A PM conseguiu recuperar os produtos furtados durante esta madrugada (foto)

 

A Policia Militar de Santa Cruz do Rio Pardo prendeu na manhã desta quinta-feira (16), Fabio José de Souza, 34 anos, conhecido como Rato. Ele é acusado de ter realizado diversos furtos nos últimos dias na cidade, e também tentou roubar um bar no São José usando uma pistola bastante enferrujada, e fugiu após um funileiro reagir e entrar em luta corporal com ele.

A policia recebeu ao menos três chamados no inicio da manhã de estabelecimentos comerciais que haviam sido invadidos durante a noite, e em um deles havia muito sangue, pois, o ladrão se cortou ao tentar quebrar portas e janelas de vidro.

Uma guarnição composta pelo Sargento Luiz e cabo Vilas Boas foram até a Divinéia, onde mora Rato, o principal suspeito de ter realizado os furtos. Quando os PMs viram o suspeito com o braço cortado não tiveram dúvidas e deram a voz de prisão.

Ao ver que seria abordado, Rato tirou um pano que estancava seu ferimento, começou a gritar que tinha doenças infecciosas e tentou jogar sangue nos policiais. Na casa de Rato foi localizada uma tv, e alguns produtos que ele havia furtado durante a madrugada.

O ladrão foi levado para a UPA, e após os curativos conduzido para a Central de Policia Judiciária, e aí foi a vez da equipe de investigadores iniciar o trabalho e entrar em contato com várias vitimas de furtos nos últimos dias.

Antes ser preso, Rato passou pela UPA para fazer curativos                         

Dezenas de pessoas compareceram até a CPJ e o reconheceram. “Não tenho dúvidas é ele, eu o vi pelas minhas câmeras de monitoramento” disse uma das vitimas que teve um televisor furtado.

Já o funileiro que entrou em luta corporal com o ladrão para evitar assalto em um bar no São José, também reconheceu Rato com o autor da tentativa de roubo.

“Ele já possui várias passagens, já esteve preso por anos, é viciado em crack, estamos fazendo tudo com muito cuidado para que ele fique na cadeira” disse Renato Caldeira Mardegan, delegado responsável pela Central de Policia Judiciária de Santa Cruz.

Ao ser interrogado ele confessou ser o autor de sete furtos, e da tentativa de roubo.

“Ele confessou esses crimes, mas sabemos que cometeu vários outros furtos, foi reconhecido pelas vítimas” comentou o delegado.

Dr. Renato ainda revelou que durante o depoimento, Rato, disse que não aprendeu nada na prisão e por isso voltou a praticar os furtos. A equipe de investigadores já iniciou o trabalho de investigação, para agora chegar até os receptadores “Ele furtou muita coisa, mas os policiais só encontraram o que ele havia pego durante esta madrugada, ele vende tudo rapidamente e compra drogas, agora vamos atrás dos compradores” disse um dos investigadores.

“Não tem solução, tem de ir para cadeira, muitas pessoas podem argumentar que ele precisa de tratamento, mas aí já inicia outro problema, nossa saúde pública falida, e ainda quando termina o tratamento, a pessoa precisa de uma base, precisa de apoio, e não é o que vemos neste caso” finalizou Mardegan.

O ladrão foi encaminhado para a cadeia de São Pedro do Turvo, e nesta sexta-feira vai passar pela audiência de custódia, onde todos esperam, tenha sua prisão decretada, para um pouco de alivio para a população assustada com a onda de furtos em Santa Cruz.

Ouça a entrevista com o delegado Dr. Renato Caldeira Mardegan:

 

 

Renato Caldeira Mardegan                                                                                                                                                         

PMR apreende celulares e aparelhos eletrônicos contrabandeados em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

PMR apreende grande quantidade de maconha e skank em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Bandidos furtam fiação de iluminação da ciclovia no Parque das Nações

VER NOTÍCIA