Saúde

A família está mesmo pronta para cuidar do idoso doente?

 

 

Os familiares que se propõem a assumir os cuidados com um idoso doente acabam, com o passar do tempo, diante de uma rotina desgastante, estressante e, muitas vezes, sem saída.

Cuidar de uma pessoa com alguma doença neurológica e/ou com restrições motoras, durante muito tempo, obriga esse cuidador amador, da própria família, a praticamente a largar sua vida social, prejudicar sua vida familiar e profissional e não ter tempo nem mesmo para cuidar de si.

Mesmo todas essas tarefas sendo planejadas e executadas com amor, carinho e dedicação, uma hora o cuidador sem preparo trava mesmo. Neste momento, a família procura um home care ou um cuidador de fora, mas barra em um problema muito comum: o paciente rejeita qualquer pessoa que não seja um familiar.

Ou seja, mesmo cansado, desgastado e já não rendendo nos cuidados, o familiar que está incumbido desta tarefa não consegue nem ao mesmo dividir o trabalho com outra pessoa e acaba virando “escravo” de uma situação.

“É natural o doente, acostumado com aquele familiar, não aceitar ninguém. É preciso um trabalho de psicologia e de enfermagem para fazê-lo entender a necessidade da ‘troca’ de cuidadores e dos benefícios disso. É comum também a resistência do idoso a esse novo cuidador virar até mesmo situações de agressões físicas e verbais. As melhores maneiras de se encarar a situação são técnicas profissionais de conscientização e adaptação, paciência e profissionalismo para fazer a transição entre o familiar e o profissional”, fala Nayara Moreno, Responsável Técnica da AleNeto Enfermagem.

“O que não pode é esse familiar ficar ‘escravo’ de uma situação extremamente exaustiva. Pois, se ficar, certamente ele será o próximo doente da família”, completa Alexandre Moreno, Diretor da AleNeto.

A AleNeto Enfermagem, que atua em Santa Cruz do Rio Pardo, Ourinhos e região, São Paulo e Santos, oferece assistência domiciliar completa e tem equipe especializada para fazer a transição entre o cuidador familiar e o cuidador profissional. O home care também tem plantões completos de enfermagem e cuidador de idosos. Para saber mais sobre o assunto e conhecer de perto o trabalho da empresa, ligue (14) 3372-0631, (14) 99747-0154, (11) 94182-7647 ou (13) 99675-0026.

 

 

Idoso viúvo não deve ser sinônimo de problema

VER NOTÍCIA

Palestra sobre Transtorno do Espectro Autista celebra um ano do Ambulatório do Bebê

VER NOTÍCIA

Assistência domiciliar ajuda a superar câncer de mama

VER NOTÍCIA