Saúde

A família está mesmo pronta para cuidar do idoso doente?

 

 

Os familiares que se propõem a assumir os cuidados com um idoso doente acabam, com o passar do tempo, diante de uma rotina desgastante, estressante e, muitas vezes, sem saída.

Cuidar de uma pessoa com alguma doença neurológica e/ou com restrições motoras, durante muito tempo, obriga esse cuidador amador, da própria família, a praticamente a largar sua vida social, prejudicar sua vida familiar e profissional e não ter tempo nem mesmo para cuidar de si.

Mesmo todas essas tarefas sendo planejadas e executadas com amor, carinho e dedicação, uma hora o cuidador sem preparo trava mesmo. Neste momento, a família procura um home care ou um cuidador de fora, mas barra em um problema muito comum: o paciente rejeita qualquer pessoa que não seja um familiar.

Ou seja, mesmo cansado, desgastado e já não rendendo nos cuidados, o familiar que está incumbido desta tarefa não consegue nem ao mesmo dividir o trabalho com outra pessoa e acaba virando “escravo” de uma situação.

“É natural o doente, acostumado com aquele familiar, não aceitar ninguém. É preciso um trabalho de psicologia e de enfermagem para fazê-lo entender a necessidade da ‘troca’ de cuidadores e dos benefícios disso. É comum também a resistência do idoso a esse novo cuidador virar até mesmo situações de agressões físicas e verbais. As melhores maneiras de se encarar a situação são técnicas profissionais de conscientização e adaptação, paciência e profissionalismo para fazer a transição entre o familiar e o profissional”, fala Nayara Moreno, Responsável Técnica da AleNeto Enfermagem.

“O que não pode é esse familiar ficar ‘escravo’ de uma situação extremamente exaustiva. Pois, se ficar, certamente ele será o próximo doente da família”, completa Alexandre Moreno, Diretor da AleNeto.

A AleNeto Enfermagem, que atua em Santa Cruz do Rio Pardo, Ourinhos e região, São Paulo e Santos, oferece assistência domiciliar completa e tem equipe especializada para fazer a transição entre o cuidador familiar e o cuidador profissional. O home care também tem plantões completos de enfermagem e cuidador de idosos. Para saber mais sobre o assunto e conhecer de perto o trabalho da empresa, ligue (14) 3372-0631, (14) 99747-0154, (11) 94182-7647 ou (13) 99675-0026.

 

 

Santa Cruz está realizando a campanha “Fique Sabendo”

VER NOTÍCIA

Secretaria de Saúde de Santa Cruz investiga caso de Chikungunya na cidade

VER NOTÍCIA

Vitimas de escorpião em Santa Cruz estão bem, mais uma criança foi picada nesta manhã

VER NOTÍCIA