Saúde

Idoso acamado tende a mudar de comportamento

 

 

Alguns idosos passam pela experiência de ficarem acamados por um determinado tempo ou até mesmo para sempre. É muito comum também que isso ocorra de maneira repentina. Neste caso, os principais motivos são fratura de fêmur, AVC ou recuperação pós-cirúrgica.

Além de todos os cuidados especiais que esse paciente precisará receber, outra situação pode acontecer e trazer consequências: uma mudança de comportamento deste idoso. Isso é muito comum quando, antes de ficar acamado, esse idoso tinha uma vida ativa e independente.

“A condição de acamado o levará a um grau de dependência muito elevado, inclusive em situações que geram constrangimentos a ele, como, por exemplo, ajuda para tomar banho e usar fralda geriátrica. Passar por essas situações para quem era independente é muito complicado. Por isso, pacientes orientados tendem a mudar de comportamento e apresentar irritabilidade, ansiedade, nervosismo e até episódios de agressividade verbal e física”, alerta Nayara Moreno, enfermeira chefe da AleNeto Enfermagem.

Idosos que, muitas vezes, dormiam muito bem à noite começam a ter noites agitadas. É importante, portanto, a família desconsiderar como era o paciente antes e observar como ficará após a situação de acamado. Se tudo continuar como era, ótimo. Mas é bom se preparar para essa mudança de comportamento. Uma assistência de uma equipe profissional de enfermagem é importante não só para o atendimento do acamado, mas também para auxiliar e orientar a família nesta “transição”.

A AleNeto Enfermagem, que atua em Santa Cruz do Rio Pardo, Ourinhos e região, São Paulo e Santos, tem plantões completos de enfermagem, cuidador de idosos, para mamães e recém-nascidos e babás. Para saber mais sobre o assunto e conhecer de perto o trabalho da empresa, ligue (14) 3372-0631, (14) 99747-0154, (11) 94182-7647 ou (13) 99675-0026. Visite também o site em www.alenetoenfermagem.com e as páginas no Facebook (@AleNetoEnfermagem) e no Instagram (@aleneto_enfermagem).

 

 

Covid-19: sete internações só no final de semana em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Covid-19 em Santa Cruz: 808 casos positivos e 786 pessoas curadas

VER NOTÍCIA

Depois de três meses Santa Cruz registra caso positivo de dengue

VER NOTÍCIA