Política

Comerciante acusa funcionária da prefeitura de impedi-lo de trabalhar

O comerciante Anderson Cesar da Silva (foto), procurou a câmara de vereadores de Santa Cruz do Rio Pardo, onde reclamou que mesmo tendo conseguindo uma autorização da secretaria de Assuntos Jurídicos da prefeitura,Carla Regina Nascimento Pereira, foi impedido por uma funcionária da fiscalização de montar um Pula-Pula na Praça Deputado Leônidas Camarinha.

“Eu procurei a prefeitura para protocolar meu pedido, faço isso há seis anos, e depois me ligaram para eu buscar um papel e pagar a taxa, pois tinha saído minha autorização, aí foi levar o documento para a Marcia da fiscalização, ela disse que eu não iria poder trabalhar já que não estava na lista dela, e ela ainda rasgou minha autorização sem ao menos ler” disse Anderson para a reportagem do Santa Cruz News.

Silva disse que ficou sem saber o que fazer, e foi embora, depois conversando com algumas pessoas, foi orientado a voltar ao prédio da Secretaria do Meio Ambiente, onde Marcia trabalha, e pegar o documento mesmo que rasgado.

“Fui lá e falei com ela que eu queria meu documento, e que ela não poderia ter rasgado, ela me respondeu que não poderia rasgar se fosse ooriginal e que aquele era apenas um cópia, mas mesmo assim ela foi até o cesto de lixo e pegou os papéis picados” relatou o comerciante, que inclusive gravou tudo com seu aparelho celular. A reportagem teve acesso ao vídeo e confirmou a versão de Anderson, que preferiu não divulgar as imagens.

Documento rasgado pela funcionária pública

Ele relata que ainda procurou o prefeito Otacílio Parras Assis para tentar resolver o assunto “O prefeito nos atendeu, conversamos com ele, mas, nos disse que quem manda nesta parte é a Marcia, e ele não poderia ajudar. O prefeito chegou até ligar para ela, mas ainda assim disse não poderia fazer nada, não tinham mais vagas”.

O comerciante relatou que achou estranho, pois dias depois ele foi informado por uma amiga, que a mesma tinha conseguido autorização para montar Pula Pula no jardim, após conversar com o prefeito “É bastante estranho, pois ela foi depois de mim e conseguiu, e ela também não trabalhou o ano todo lá, pois também me disseram que eu não poderia instalar meu brinquedo por não ter trabalhado o ano na praça, e isso nunca existiu”.

Anderson disse que também voltou a conversar com a Carla “Ela disse não entender porque não me deixaram instalar meu Pula Pula, pois tem espaço, e ainda me falou que em janeiro ela vai resolver tudo isso, pois está tudo muito bagunçado, palavras dela”.

Outro lado

A reportagem do Santa Cruz News tentou ouvir a versão da prefeitura, mas não conseguiu entrevistar nenhuma das pessoas citadas. Carla não estava no prédio do legislativo, já Marcia Gaspar através de contato telefônico disse que não poderia se manifestar sem autorização do Secretário deComunicação, Renan Alves.

O problema é que Renan está viajando em período de férias. Foi feito contato com Roger Garcia, assessor de Relações Institucionais, e estaria informalmente substituindo Renan, mas ele disse não estava na prefeitura, e pediu para tentar contato com Renan, o que não foi possível, pois ele não atendeu o telefone.

Ouça a entrevista com Anderson Cesar da Silva: