Entretenimento

Grupo Impressão volta ao Barrica para ‘Pré Reveillon’ neste domingo

 

 

Evento contará ainda com show do músico Cristiano Castilho, integrante do Grupo Sereno

 

Relembrar os tempos áureos em que os grandes grupos de pagode lideravam as paradas de sucesso das rádios e animavam festas e baladas da chamada ‘geração anos 90’ e fechar o ano em grande estilo.

É com esse propósito que o Grupo Impressão se reúne no próximo domingo, 30, em um palco bastante conhecido da banda, a antiga Cervejaria Barrica em Santa Cruz do Rio Pardo-SP.

“Mesmo fora do circuito há tanto tempo, constantemente as pessoas nos procuram com uma lembrança boa daquela época, é por isso que pensamos em promover mais uma vez um evento como esse”, conta Junynho, vocal e percussionista do grupo.

Para o evento deste domingo, além do Impressão, o público poderá acompanhar o show de um outro velho conhecido da época de ouro do pagode, o músico bauruense, Cristiano Castilho, integrante do Grupo Sereno, banda que emplacou vários sucessos e se apresentou nos maiores programas de TV da época, como Domingão do Faustão, Hebe Camargo, Programa do Gugu, Raul Gil entre outros.

Em projeto solo, Cristiano Castilho faz um mix de sucessos do sertanejo, pop, rock e samba em suas apresentações e trará para Santa Cruz um outro amigo e também integrante do Grupo Sereno, o percussionista João Gano que o acompanha.

“É uma honra pra mim poder estar presente com o pessoal do Impressão que conheço há tanto tempo. Santa Cruz sempre recebeu muito bem o Sereno e agora poderá conhecer também um pouco do meu projeto solo”, afirmou Cristiano Castilho.

“É uma maneira de agradar o público atual e agregar ao evento, estamos em uma região onde o sertanejo é muito forte, então trouxemos o Cristiano que além de um excelente músico é um grande amigo que está se destacando na região de Bauru” explicou Hélio Majoni, o ‘repique de mão’ do Impressão.

O repertorio do Impressão para o evento deverá contar com sucessos de grupos como: Só Pra Contrariar, Raça Negra, Exaltasamba, Molejo, Negritude Junior e outros artistas que vendiam milhões de discos em uma época que não existia o auxílio e as facilidades da internet.

“Hoje em dia a coisa é um pouco mais fácil, pois, qualquer um pode de sua casa fazer um vídeo com uma composição ou até mesmo gravar e produzir um CD de dentro de seu quarto. Na nossa época, esse trabalho era bem mais difícil, até pelo preconceito que o pagode enfrentava, o Impressão teve que ‘abrir as picadas’ do pagode na região, relembra Mario Augusto, o Marinho.

De maneira oficial o Grupo Impressão esteve na ativa até 2010, porém a formação original, presente no primeiro CD da banda e que fez os santa-cruzenses ficarem conhecidos durou de 2004 a 2007, período em que gravaram as músicas: “Mais que Ficar” e “Parei”, hits que lideraram as paradas nas rádios e levaram o grupo para outros estados, todas compostas pelo vocalista André Rubio.

“Graças à ‘Mais que ficar’ ficamos conhecidos por exemplo, no Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso do Sul, em uma época em que praticamente a internet não existia”, relembrou André.

Além das atrações musicais, o evento no Barrica contará com a presença do food truck ‘Viol Lanches’ que será o responsável pela alimentação para o público presente.

Os convites antecipados para o evento estão a venda por R$15 e podem ser encontrados nos pontos de venda: loja H. Majoni, Bar do Saci, e Instamodakado.

 

 

Inscrições para Miss Comerciária 2019 encerram em 30 de abril

VER NOTÍCIA

Wesley Safadão e Maiara e Maraísa são as novidades para o rodeio 2020

VER NOTÍCIA

I Festival Sertanejo atrai milhares de pessoas

VER NOTÍCIA