Política

Severo diz desconhecer acusação de Otacílio

 

 

Durante a semana o prefeito Otacílio Parras Assis (PSB) disse durante em entrevista que em reunião com os seis vereadores da base governista, ele contou o real motivo do rompimento com o vereador Luciano Severo (PRB), que até ano passado era o líder da situação na câmara.

“Eu mostrei para os vereadores quem é essa pessoa, mas a pedido do meu filho Mauro eu não vou levar essa situação para frente, até mesmo para evitar desgaste para todos” disse o prefeito, que não quis revelar o que seria.

Na sexta-feira (10) o jornalista Diego Singolani da radio 104 FM, revelou a história. Segundo ele, durante a CPI da Codesan, onde Severo era o presidente, o prefeito encaminhou um pedido de documentos, e Severo publicamente se negou a dar os documentos, pois poderia atrapalhar a investigação, porém no dia seguinte, sem ninguem saber, o vereador levou um pen drive até a prefeitura e entregou para um funcionário, e disse que eram os documentos que o prefeito precisava.

Ninguém quis confirmar a história, o SANTA CRUZ NEWS conversou com ao menos quatro vereadores que participaram da reunião, todos desconversaram, com exceção de João Marcelo Santos, que disse que o assunto era realmente a CPI da Codesan, mas não quis confirmar a história do pen drive.

Luciano Severo atendeu a reportagem do SANTA CRUZ NEWS, e disse estranhar esse fato, mas que só vai tomar alguma atitude, quando o prefeito confirmar essa acusação.

Ouça a entrevista:

 

 

Clientes de seguradoras no país ficarão sem guinchos no feriado prolongado

VER NOTÍCIA

Ricardo Madalena é eleito presidente da comissão de Transportes e Comunicações

VER NOTÍCIA

Sipat reúne servidores de Ourinhos e aborda segurança no trabalho e prevenção a doenças

VER NOTÍCIA