Política

Severo diz desconhecer acusação de Otacílio

 

 

Durante a semana o prefeito Otacílio Parras Assis (PSB) disse durante em entrevista que em reunião com os seis vereadores da base governista, ele contou o real motivo do rompimento com o vereador Luciano Severo (PRB), que até ano passado era o líder da situação na câmara.

“Eu mostrei para os vereadores quem é essa pessoa, mas a pedido do meu filho Mauro eu não vou levar essa situação para frente, até mesmo para evitar desgaste para todos” disse o prefeito, que não quis revelar o que seria.

Na sexta-feira (10) o jornalista Diego Singolani da radio 104 FM, revelou a história. Segundo ele, durante a CPI da Codesan, onde Severo era o presidente, o prefeito encaminhou um pedido de documentos, e Severo publicamente se negou a dar os documentos, pois poderia atrapalhar a investigação, porém no dia seguinte, sem ninguem saber, o vereador levou um pen drive até a prefeitura e entregou para um funcionário, e disse que eram os documentos que o prefeito precisava.

Ninguém quis confirmar a história, o SANTA CRUZ NEWS conversou com ao menos quatro vereadores que participaram da reunião, todos desconversaram, com exceção de João Marcelo Santos, que disse que o assunto era realmente a CPI da Codesan, mas não quis confirmar a história do pen drive.

Luciano Severo atendeu a reportagem do SANTA CRUZ NEWS, e disse estranhar esse fato, mas que só vai tomar alguma atitude, quando o prefeito confirmar essa acusação.

Ouça a entrevista:

 

 

Com 12 internações nas últimas horas, comércio em Santa Cruz fecha por sete dias

VER NOTÍCIA

Santa Cruz recebe prêmio do governo em projeto da saúde

VER NOTÍCIA

Eleições em Santa Cruz: Diego foi eleito com 14.909 votos (64,28%)

VER NOTÍCIA