Política

Ex presidente da Codesan afirma ter sido agredido em frente sua casa

 

 

Claudio Gimenez deixa CPJ em janeiro do ano passado, após depos no caso Sueli Feitosa (Foto: Jornal Debate)

 

Claudio Agenor Gimenez, ex presidente da Codesan, afirmou para a policia que foi agredido em frente a sua casa na tarde do último sabado (26).

Em seu depoimento, ele alega que um homem bateu em sua casa, e ao sair para atender foi questionado “se ele era o Gimenez”, e após afirmar que sim, o estranho foi para cima como socos, que pegaram de raspão. Em seguida o agressor se evadiu, e Claudio disse acionou a policia.

Ainda em sua declaração, Claudio Gimenez disse que pegou o seu carro e saiu a procura do agressor. Próximo a rodoviária ele avistou o homem, e novamente chamou na PM, que fez a detenção do individuo.

Na delegacia o possível agressor se identificou como Heder Cândido de Paulo, e deu outra versão dos fatos.

Segundo Heder ele passava em frente a casa de Claudio, quando foi provocado pelo ex presidente da Codesan, então eles iniciaram uma discussão, e que apenas se defendeu das agressões de Gimenez.

O que chamou a atenção no boletim de ocorrência, é que na qualificação de Claudio Gimenez consta como profissão, Funcionário Público Municipal. Após ter ocupado a presidência da Codesan, Gimenez ocupou cargo de assessor na prefeitura de Santa Cruz, mas foi exonerado pelo prefeito Otacílo Parras Assis.

A policia irá investigar o caso.

 

 

 

Clientes de seguradoras no país ficarão sem guinchos no feriado prolongado

VER NOTÍCIA

Ricardo Madalena é eleito presidente da comissão de Transportes e Comunicações

VER NOTÍCIA

Sipat reúne servidores de Ourinhos e aborda segurança no trabalho e prevenção a doenças

VER NOTÍCIA