Política

Ex presidente da Codesan afirma ter sido agredido em frente sua casa

 

 

Claudio Gimenez deixa CPJ em janeiro do ano passado, após depos no caso Sueli Feitosa (Foto: Jornal Debate)

 

Claudio Agenor Gimenez, ex presidente da Codesan, afirmou para a policia que foi agredido em frente a sua casa na tarde do último sabado (26).

Em seu depoimento, ele alega que um homem bateu em sua casa, e ao sair para atender foi questionado “se ele era o Gimenez”, e após afirmar que sim, o estranho foi para cima como socos, que pegaram de raspão. Em seguida o agressor se evadiu, e Claudio disse acionou a policia.

Ainda em sua declaração, Claudio Gimenez disse que pegou o seu carro e saiu a procura do agressor. Próximo a rodoviária ele avistou o homem, e novamente chamou na PM, que fez a detenção do individuo.

Na delegacia o possível agressor se identificou como Heder Cândido de Paulo, e deu outra versão dos fatos.

Segundo Heder ele passava em frente a casa de Claudio, quando foi provocado pelo ex presidente da Codesan, então eles iniciaram uma discussão, e que apenas se defendeu das agressões de Gimenez.

O que chamou a atenção no boletim de ocorrência, é que na qualificação de Claudio Gimenez consta como profissão, Funcionário Público Municipal. Após ter ocupado a presidência da Codesan, Gimenez ocupou cargo de assessor na prefeitura de Santa Cruz, mas foi exonerado pelo prefeito Otacílo Parras Assis.

A policia irá investigar o caso.

 

 

 

Governador sanciona projeto de Ricardo Madalena que obriga divulgação dos radares

VER NOTÍCIA

Assembleia aprova projeto de Ricardo Madalena que obriga divulgar localização de radares

VER NOTÍCIA

Prefeitura de Santa Cruz investe meio milhão de reais em implantação de led

VER NOTÍCIA