Entretenimento

BuZum! chega em Santa Cruz do Rio Pardo e cidades da região com o espetáculo “Curumim” trazendo lendas indígenas

 

 

A cia. se apresenta nas cidades entre os dias 24 e 30 de abril, gratuitamente

 

No Brasil muitas pessoas buscam opções de lazer cultural gratuito. É o que indica pesquisa realizada pela consultoria JLeiva Cultura e Esporte, em parceria com o Datafolha em 2018. O levantamento mostra que quase um terço da população (32%) depende de acesso gratuito para ir a eventos culturais.

Exatamente com esse intuito, a Cia. BuZum!, apresentada pelo Ministério da Cidadania e pelo Instituto CCR, levará gratuitamente o encanto teatral para diversos estados do território nacional.

O diferencial do BuZum! é que ele não é um teatro convencional, no qual as pessoas precisam se deslocar para assistir um espetáculo. Nesse caso, é a cia que vai à população, apresentando suas peças criadas especialmente ao público infanto-juvenil, mas que também são prestigiadas pela plateia espontânea, de todas as idades, que surge em cada município.

Em abril, com o patrocínio da CCR SPVias, empresa fiscalizada pela ARTESP (Agência de Transportes do Estado de São Paulo), a cia. BuZum! prepara-se para chegar no interior de São Paulo com o espetáculo “Curumim”.

As apresentações acontecerão em Santa Cruz do Rio Pardono dia 24 (quarta-feira), Águas de Santa Bárbarano dia 25 (quinta-feira), Cerqueira César,no dia 26 (sexta-feira) e em Avaré, nos dias 29 (segunda-feira) e 30 (terça-feira). Serão sete sessões diárias, com horários às 9h, 9h40, 10h20, 11h, 13h30, 14h10 e às 14h50.

 

Espetáculo “Curumim”

 

O espetáculo “Curumim” é uma homenagem à cultura indígena, aos costumes desse povo e a relação deles com a fauna e flora regional brasileira. Segundo as crenças, tanto as plantas como os animais possuem os seus protetores que inspiram a todos. “Nós escolhemos contar uma das inúmeras histórias indígenas, a ‘Origem da Mandioca’, essa raiz brasileira, tão presente na nossa culinária e cultivada pela primeira vez pelos povos indígenas”, explica Mariane Gutierrez, Diretora de Produção do BuZum!

A história, que é encenada por divertidos atores, conta que há muitos anos, existia uma aldeia dentro de uma floresta. Todos viviam em perfeita harmonia. Um belo dia nasceu Mani, uma menina bem branquinha, muito diferente de todos os curumins da aldeia. Algum tempo depois, a aldeia passou por um momento de escassez de comida e todos passaram fome. Os peixes sumiram e as árvores pararam de dar frutos. E de repente, sem que houvesse alguma explicação, Mani deixou de viver.

Posteriormente, de dentro da oca onde morava, nasceu uma planta muito diferente, que tinha uma raiz branquinha por dentro, como Mani. Deram então o nome de MANI OCA, MANDIOCA, essa raiz tão poderosa, que foi capaz de saciar a fome de todos da aldeia.

Programação para 2019

Além da região sudoeste paulista, que terá a itinerância por 33 cidades, com apresentação do Ministério da Cidadania e do Instituto CCR, por meio da Lei Rouanet, com patrocínio da CCR SPVias, a cia. BuZum! está aquecendo seus motores para iniciar o novo trajeto nacional.

O roteiro completo de 2019 do BuZum! será de aproximadamente 200 dias de apresentações, durante o ano inteiro, em oito estados, sendo eles São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Ceará.

A cia. apresentará quatro peças do longo roteiro que circulará pelo país. Os espetáculos são produzidos com exclusividade, presenteando as crianças com duas grandes estreias que mostram mundos mágicos e encantados. Regadas de mitos folclóricos, as histórias trazem a valorização da Cultura Popular Brasileira, Histórias Indígenas e temas que exercem reflexões sobre a natureza, através de aventuras que abrem a imaginação aos olhos dos pequenos apreciadores da arte.

Sempre de casa cheia, ou melhor, de ônibus cheio, e com um público fiel, nesses nove anos, literalmente, de estrada, o BuZum!, estimulará pessoas a perceberem um resgate vivo da cultura popular oral, por meio de uma linguagem sensível, bela e inteligível em que os talentosos atores da cia. traduzem nas encenações. Além disso, os pequenos ainda levarão o aprendizado da história para o dia a dia, com as cartilhas que são distribuídas ao final dos espetáculos, tanto aos alunos, quanto aos professores.

O projeto BuZUm! foi criado em 2010, quando Beto Andreetta, Jackson Íris e Mariane Gutierrez se uniram justamente para levar o teatro de bonecos para as escolas, crianças e adolescentes que ainda não conheciam, ou tiveram dificuldades de acesso a esse mundo lúdico. “As crianças gostaram muito do BuZum!, um espetáculo maravilhoso. Houve um aprendizado importante através das apresentações, além do material pedagógico que foi distribuído e ser muito agregador também”, afirma Joelma Santos, coordenadora Pedagógica da escola Maria da Conceição Oliveira Marcondes, em Tatuí/SP. “A peça do BuZum! foi um sucesso aqui em Avaré/SP, as crianças e as professoras adoraram”, cita Alexandra Príncipe, da Equipe da Secretaria Municipal da Educação de Avaré.

Sobre o BuZum!

O BuZum! apresenta-se pela Secretaria Especial da Cultura – Ministério da Cidadania, por meio da Lei Rouanet. Já circulou mais de 350 mil quilômetros para realizar 10.000 apresentações para mais de meio milhão de espectadores, em 2.000 escolas públicas de 250 cidades nos nove estados brasileiros (São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Bahia, Minas Gerais, Maranhão, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul), além de Porto Suarez, na Bolívia.

Prêmios

Em 2016, o BuZum! recebeu o Prêmio Governador do Estado de São Paulo para Cultura, na categoria Arte para Crianças – Voto Popular. Em 2014, a companhia foi contemplada com o prêmio de Melhor Produção e Melhor Autor de Texto Original no 1º Prêmio São Paulo de Incentivo ao Teatro Infantil e Jovem (ex-Prêmio Femsa).

 

Repertório

Possui 11 peças o repertório da companhia, criadas especialmente para o público infanto-juvenil. São elas: Darwin BRsobre a passagem do naturalista inglês Charles Darwin pelo Brasil; Filhotes do Brasil, obra ambientada na Amazônia que trata da relação entre pais e filhos; Mundo Português, uma bem humorada viagem pelo universo da língua portuguesa pela Ásia, África e América do Sul; O Mundo é uma Bolaespetáculo criado às vésperas da Copa do Mundo que conta a história do futebol desde sua origem; 13 Gotas, espetáculo sobre a importância da água para a vida no planeta Terra, Máquinas, conta a história dos meios de transporte; Energia, sobre as diferentes fontes de energia, Que lixo é lixo?, sobre reciclagem, Sabor de Vitória, sobre alimentação saudável. O BuZum! tem, também, um espetáculo para adolescentes chamado Intolerância que levanta questões sobre preconceitos no ambiente escolar. Em 2019, a companhia estreará dois novos espetáculos que continuam a série sobre Cultura Popular, inaugurada em 2017 com a peça Mamulengo, uma homenagem à cultura popular de Pernambuco, Caipira e Curumim.

Sobre o Instituto CCR

O Instituto CCR, uma entidade privada sem fins lucrativos, nasceu em 2014 com o objetivo de estruturar a gestão de projetos sociais, culturais, ambientais e esportivos apoiados há mais de dez anos pelo Grupo CCR. Por meio do Instituto CCR são viabilizados projetos, com recursos próprios da companhia e oriundos de leis de incentivo, com foco prioritário em quatro áreas: Saúde e Qualidade de Vida; Educação e Cidadania; Cultura e Esporte; Meio Ambiente e Segurança Viária. Comprometido com o desenvolvimento sustentável, socioeconômico e cultural nas regiões onde atua, o Grupo CCR se orgulha de ter levado mais de 500 projetos para 130 cidades que, desde 2003, já beneficiaram cerca de 8 milhões de pessoas com investimentos de R$ 261 milhões em projetos estruturados.

Sobre o Grupo CCR

Fundado em 1999, o Grupo CCR é uma das cinco maiores companhias de concessões de infraestrutura da América Latina, sendo considerada a líder do segmento de concessões no Brasil com 19% do controle das rodovias sob gestão da iniciativa privada. Tendo o pioneirismo e a inovação como marcas, a CCR criou em 2018 quatro núcleos de atuação independentes que agrupam unidades de negócios por temas afins. São eles: CCR Lam Vias, CCR Infra SP, CCR Aeroportos e CCR Mobilidade. As empresas são responsáveis por gerir os atuais negócios da companhia, além de desenvolver e pesquisar novas oportunidades no mercado primário e secundário, dentro e fora do Brasil. Foi o primeiro a ingressar no Novo Mercado da B3 (antiga BM&FBovespa) e conta com as mais rígidas práticas de governança corporativa desde a sua fundação, as quais estão reunidas no Programa de Integridade e Conformidade da Companhia. Presente, por meio de suas empresas, nos Estados Unidos, em Curaçao, no Equador e na Costa Rica, além do Brasil, a CCR conta com mais de 13 mil colaboradores e se orgulha em contribuir, diariamente, para uma sociedade com mais infraestrutura, segurança, conforto e qualidade de vida para milhões de cidadãos mundo afora.

 

 

8ª edição do Miss Comerciária terá 11 candidatas

VER NOTÍCIA

Grande público prestigia Orquestra Santa Cruz em Cândido Mota

VER NOTÍCIA

Paróquia Nossa Senhora das Graças realiza “5ª Festa do Milho” neste final de semana

VER NOTÍCIA