Região

Homem confessa ter matado Emanuelle, ele chegou “ajudar” nas buscas pela menina

 

 

Terminou da pior maneira possível o mistério do desaparecimento da menina Emanuelle Pestana de Castro (8 anos) na cidade de Chavantes. Um vizinho da familia confessou no inicio da noite desta segunda-feira (13) que matou a menina e o corpo estaria em uma fazenda nas proximidades.

A menina estava desaparecida desde a última sexta-feira (10) quando brincava em uma praça da pequena cidade. Imagens de câmeras de segurança foram fundamentais para que a policia chegasse até o suspeito.

Durante a tarde uma equipe da TV Record esteve em Chavantes e informou que um sujeito de nome Agnaldo e vizinho da casa de Emanuelle seria o principal suspeito do desaparecimento da menor. Rapidamente moradores foram até o local e bastante revoltados ameaçaram a integridade do suspeito. A policia teve que agir para evitar que o pior acontecesse com o até aquele momento um suspeito.

Talvez assustado e temendo pela sua própria vida, Agnaldo acabou confessando o crime para a policia, e indicou onde estava o corpo da pequena Emanuelle.

Em uma rede social o delegado seccional de Ourinhos, Dr. Antonio José Fernandes Vieira, confirmou que o corpo da menina foi encontrado onde o assassino havia indicado.

Populares que ajudaram nas buscas confirmaram que Agnaldo chegou a ajudar nas buscas de Emanuelle, mostrando todo o seu sangue frio.

Segundo informações também, Agnaldo tem um homicidio em sua ficha, matou o seu próprio irmão por uma briga banal.

A policia ainda não informou o motivo do crime e como agiu o assassino.

 

 

 

PMR prende homem com mais 5 quilos de Haxixe em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Jovem santa-cruzense sofre fraturas após cair de cachoeira no Paraná

VER NOTÍCIA

Policia faz apreensão de drogas em Salto Grande com ajuda do cão Bóris

VER NOTÍCIA