Saúde

Secretaria de Saúde de Santa Cruz investiga morte por febre maculosa

 

Publicidade

 

A Secretaria de Saúde de Santa Cruz do Rio Pardo, emitiu uma nota informando que está em investigação um óbito suspeito de febre maculosa na cidade, o paciente foi a óbito no dia 04 de março com os sintomas compatíveis com a doença e a Vigilância Epidemiológica está fazendo investigações para apontar o local provável de infecção.

Os exames foram encaminhados ao laboratório do Instituto Adolfo Lutz para a confirmação ou descarte do caso.

A febre maculosa é uma infecção grave e pode matar. Não existe vacina contra a doença e a orientação para pessoas que passam por áreas de risco é ficar atenta, em até 15 dias aos sintomas da doença:

· Febre

· Dor de cabeça

· Dor intensa no corpo

· Mal-estar generalizado

· Náuseas

· Vômitos

Ao apresentar um desses sinais, a pessoa deve procurar o serviço de saúde e informar que teve contato com o carrapato e/ou com locais de risco.

Como ela é transmitida?

A transmissão em seres humanos ocorre por meio da picada do carrapato infectado pela bactéria causadora da doença. Os carrapatos permanecem infectados durante toda a vida, em geral de 18 a 36 meses.

 

 

Covid-19: sete internações só no final de semana em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Covid-19 em Santa Cruz: 808 casos positivos e 786 pessoas curadas

VER NOTÍCIA

Depois de três meses Santa Cruz registra caso positivo de dengue

VER NOTÍCIA