Saúde

Teste rápido de caminhoneiro morto dá negativo para Codiv-19, mas secretaria de Saúde aguarda resultado do Adolfo Lutz

 

 

Ricardo Gonzaga de Souza (33 anos), natural do Maranhão, morreu no inicio da tarde deste sábado (18) na Santa Casa de Misericórdia de Santa Cruz do Rio Pardo, onde estava internado desde a última quarta-feira.

O rapaz é caminhoneiro e passava por Santa Cruz quando se sentiu mal e procurou ajuda médica. Com sintomas parecidos com coronavírus ele fez o exame, foi notificado como suspeito e estava em isolamento no hospital.

O quadro era normal, porém no final da manhã deste sábado ele começou passar mal, foi rapidamente transferido para UTI e entubado, mas acabou sofrendo parada cardiorrespiratória e não resistiu.

Ricardo iria realizar o teste rápido apenas na segunda-feira quando competaria o sétimo dia de sintomas da doença e o teste passa a ter mais confiabilidade. Com sua morte, o teste foi realizado hoje e deu negativo, mas para a morte ser realmente descartada por Covid-19 é necessário aguardar o resultado do Instituto Adolfo Lutz.

Após a internação, a mãe do caminhoneiro se deslocou para Santa Cruz e estava acompanhando a situação do filho.

O corpo de Ricardo será sepultado em Santa Cruz, sem velório, seguindo as recomendações do Ministério da Saúde e Anvisa.

 

 

Covid-19: Moradora de Caporanga morreu na manhã deste domingo

VER NOTÍCIA

Empresário e professor é a 13ª vitima fatal da Covid em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Covid-19: Santa Cruz tem 34 internados e registra 12ª morte

VER NOTÍCIA