Educação

Educação municipal de Santa Cruz conquista selo “Bom Percurso”

 

Publicidade

 

No estado de São Paulo, apenas 31 redes de ensino conquistaram o selo.

 

A Rede Pública Municipal de Ensino de Santa Cruz do Rio Pardo – SP, foi reconhecida pelo comitê técnico de duas renomadas associações civil: instituto Rui Barbosa (CTE-IRB) e o Interdisciplinaridade e evidências no debate educacional (Iede), em um estudo nacional denominado “Educação que Faz a Diferença” que teve como objetivo identificar boas práticas de gestão, acompanhamento pedagógico e administrativo. O anúncio foi na última quinta-feira (25).

Dos 5.570 municípios do Brasil, apenas 118 redes foram reconhecidas por seus bons resultados no Ensino Fundamental com o selo Excelência, Bom Percurso ou Destaque Estadual.

Apenas duas Redes Municipais de Educação receberam o selo de Excelência Sobral (CE) e Jales (SP). No Estado de São Paulo apenas 31 redes de ensino municipal dentre eles Santa Cruz do Rio Pardo, conseguiram o selo “Bom Percurso”. Confira as cidades: Amparo, Andradina, Atibaia, Birigui, Catanduva, Cerquilho, Dracena, Eldorado, Franca, Itapeva, Itatiba, Jaguariúna, Jundiaí, Leme, Limeira, Louveira, Marília, Pedreira, Piedade, Pilar do Sul, Pindamonhangaba, Piraju, Presidente Venceslau, Rancharia, Registro, Santa Bárbara d’Oeste, Santa Cruz do Rio Pardo, Sertãozinho, Socorro, Taquarituba e Vargem Grande do Sul.

Os critérios analisados foram indicadores como aprendizado dos estudantes em Língua Portuguesa e Matemática, segundo o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2017; Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) atual e evolução desde 2005; e taxas de aprovação, conforme o Censo Escolar.

As redes reconhecidas com o selo Excelência e Bom Percurso buscam garantir a aprendizagem da maioria dos alunos; reduzem as desigualdades e não deixar nenhum estudante para trás; apresentam avanços consistentes na aprendizagem dos alunos ao longo dos anos.

Visando compreender em profundidade as práticas e estratégias utilizadas, auditores dos Tribunais de Contas identificaram estratégias e práticas pedagógicas comuns nas redes com bons resultados no Ensino Fundamental: Utilização de sistemas de gestão e de acompanhamento dos estudantes; suporte constante por parte das Secretarias de Educação, com visitas frequentes às escolas; monitoramento contínuo da aprendizagem dos alunos; investimento na gestão escolar, com incentivo ao protagonismo das escolas; oferta constante e diversificada de formação continuada; e cultura de observação de aulas, com devolutivas construtivas.

É importante ressaltar que, para determinar se uma escola ou rede de ensino é de boa qualidade, não basta apenas analisar a aprendizagem de seus estudantes. Há vários fatores que influenciam os resultados, como as oportunidades educacionais e os desafios de gestão escolar e de sala de aula em contextos mais vulneráveis, em que há baixa motivação intrínseca de crianças e jovens para aprender. Esses fatores são muito influenciados pelo contexto socioeconômico das famílias e pela valorização que a sociedade, de uma forma geral, dá à Educação. Contudo, embora em número bastante distante do desejável, há, sim, ótimas escolas municipais de Ensino Fundamental e redes que estão conseguindo avanços significativos e que, muitas vezes, não são devidamente reconhecidas.

“A Secretaria Municipal de Educação agradece aos professores, monitoras, coordenadores pedagógicos, diretores, equipe da secretaria escolar, limpeza, alimentação escolar, motoristas e segurança que fazem as escolas funcionar e também as famílias pais e ou responsáveis e alunos. É por eles, para que tenham seu direito à aprendizagem garantido, que realizamos o nosso trabalho. Muito obrigado, estamos muito orgulhosos de vocês” comentou Marco Aurélio Marteline, Secretário Municipal de Educação.

 

UniFio: Estruturas que prezam pela modernidade em um amplo Campus Universitário

VER NOTÍCIA

Governo de SP anuncia retomada das aulas para 8 de setembro

VER NOTÍCIA

Corpo docente qualificado e estruturas modernas, UniFio abre inscrições gratuitas para Vestibular do 2º semestre

VER NOTÍCIA