Revista

Hidroceres promove primeiro encontro com revendas de mudas

 

 

Revendedores das mudas, produzidas na Hidroceres, no Paraná e regiões do Estado de São Paulo, se reuniram na empresa, na tarde de quinta-feira (8). O objetivo do primeiro encontro com as revendas, organizado pela vendedora Valdineia Maria de Paula Rosalem-responsável por este segmento- foi manter contato com os clientes, tendo em vista que muitos deles não conheciam pessoalmente a Hidroceres, além de estreitar e debater formas de atuação.

Para iniciar, todos os presentes se apresentaram falando um pouco sobre o seu negócio.

Após, o sócio-proprietário da Hidroceres, Junior Bassetto, contou um pouco sobre sua história de vida que se mistura com o início e desenvolvimento da empresa.

Junior fez um breve histórico, passando pela ampliação da Hidroceres, início do trabalho com enxertia, até a mais recente produção de mudão. O viveiro conta com 20 mil metros quadrados de área, sendo o único concretado do país. O empresário também ressaltou a preocupação da empresa com a qualidade, tendo em vista o ISO, conquistado em 2008, o que resulta em maior aproveitamento na produção, por exemplo, hoje é registrado apenas 1% de perda de mudas.

“Notamos que muitos produtores ainda atuam como há 20 anos, sem evolução. Temos de seguir os bons exemplos, como de países como Japão. Afinal também é nosso papel como revenda fazer com este produtor possa crescer e chegar ao mercado”, disse.

Durante o encontro, Junior informou aos revendedores a tendência da transferência da carteira dos clientes de folhosas, em vendas de mudas fracionadas, para as revendas.

Para isso foram debatidas algumas formas de trabalho. Foi exposta a necessidade das revendas contarem com o Renasem (Registro Nacional de Sementes e Mudas), o que garante junto ao Ministério da Agricultura que o produto é adquirido de forma correta.

Os revendedores conheceram ainda o Programa Ganhe Mais, uma forma de incentivo que garante maior desconto de acordo com a quantidade de mudas adquiridas.

Foram esclarecidos ainda assuntos, como a programação antecipada dos pedidos e devolução das bandejas de mudas.

Após o bate papo, os visitantes puderam conhecer o viveiro de mudas da Hidroceres.

Jaluza Finotti, possui um viveiro de plantas, no Ceagesp, em Bauru, e aprovou as propostas apresentadas. “Sempre quis conhecer a Hidroceres. A estrutura e tecnologia que pudemos conferir atenderam as minhas expectativas. Também apreciei as propostas apresentadas”.

 

 

Evento agrícola terá venda de almoço revertida para Santa Casa e Apae

VER NOTÍCIA

Santa Cruz realiza Encontro de Horticultura Sustentável

VER NOTÍCIA

Olhos da agricultura na região estarão voltados para Santa Cruz no sábado

VER NOTÍCIA