Região

Morte de adolescente com ‘gravata’ foi ‘brutal e previsível’, diz delegado

 

Menor foi enforcada por namorado de 73 anos em Tupã (SP).
De acordo com a polícia, a agressão foi motivada por ciúme. Caso ocorreu na zona leste de Tupã (Foto: João Trentini/Rádio Tupã/Divulgação)

 

Renata Marconi Do G1 Bauru e Marília

 

A adolescente de 17 anos que morreu nesta segunda-feira (26) após ser enforcada pelo namorado de 73 anos com uma “gravata” em Tupã (SP) deve ser enterrada na tarde desta terça-feira (27). Em entrevista ao G1, o delegado Paulo César Pardo Soares, que acompanha o caso, informou que os familiares de Michelle Fernanda Pereira Rocha já foram ouvidos.

De acordo com a polícia, a agressão foi motivada por ciúme. “Foi um crime brutal, mas é previsível. O que esperar do relacionamento de um senhor que serve para ser avô dela? Ele disse que tinha um relacionamento com ela e que estava com ciúme dela com outro”, comentou o delegado.

Ainda segundo informações da polícia, ao ser golpeada, a vítima teve uma parada cardiorrespiratória e foi encaminhada pelos bombeiros ao Hospital São Francisco de Assis em estado grave na noite de domingo (25).

O idoso foi preso em flagrante e encaminhado à cadeia de Caiuá. O caso passou a ser investigado como feminicídio qualificado, com os agravantes de traição – por usar a confiança da vítima -, dificultar defesa e motivo fútil.

 

 

Equipe do 13º BAEP prende mulher procurada da justiça na Madre Carmem

VER NOTÍCIA

PM prende homem com CNH “comprada” em Santa Cruz

VER NOTÍCIA

PMR apreende grande quantidade de maconha em Santa Cruz do Rio Pardo

VER NOTÍCIA