Política

Fraudes em postos de combustíveis serão punidas no Estado de São Paulo

 

 

A Assembleia Legislativa aprovou nesta quarta-feira, 03/05, proposta que pede a cassação de cadastro no ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) em casos de fraudes em postos de combustíveis. A medida poderá ser usada, por exemplo, se o consumidor for lesado recebendo menos combustível do que é mostrado nas bombas.

Para o líder do governo na Assembleia, deputado Barros Munhoz (PSDB), a proposta traz um benefício imenso para a população. O líder da oposição, deputado Alencar Santana Braga (PT), concorda com a proposta, mas ressalta a necessidade de intensificar a fiscalização do governo.

 O projeto tem por base a Lei Estadual 15.315 de 2014, que permite a cassação do cadastro do contribuinte do ICMS quando o posto vende combustível adulterado. Nos dois casos, se a inscrição do estabelecimento for cancelada ele não poderá mais funcionar.

Avança projeto de Ricardo Madalena para liberação de compra de vacinas com recursos das emendas parlamentares

VER NOTÍCIA

Prefeito de Santa Cruz visita Santa Casa de Ipaussu

VER NOTÍCIA

Saúde de Santa Cruz ganha ônibus moderno e com acessibilidade

VER NOTÍCIA