Revista

Cuidador de idoso garante autonomia, evita acidentes e até gera economia

 

 

Os cuidados com os idosos devem começar antes que os mesmos apresentem uma situação física extremamente debilitada. Infelizmente, algumas famílias só optam por contratar um serviço profissional quando essa pessoa mais velha já está acamada, por exemplo. Porém, o correto é exatamente iniciar uma assistência antes para evitar chegar neste estágio.

Os sinais a seguir já são indicativos de que o idoso precisa de um profissional da área de saúde em sua casa: impotência, dependência, depressão, às vezes causada por morte do cônjuge, aposentadoria, limitações, reação a medicação, ansiedade frente a uma determinada patologia, o medo.

“Um profissional de enfermagem vai garantir que o idoso continue fazendo suas atividades diárias, mas com muito mais segurança. O medo deste público é pensar que o cuidador vai chegar e proibi-lo de executar algumas tarefas. Mas não é nada disso. A grande maioria da rotina será preservada”, afirma Nayara Moreno, chefe de enfermagem da AleNeto Enfermagem.

A garantia que os idosos terão sua autonomia preservada, mas desta vez com segurança, vem acompanhada de um risco pequeno de acidentes domésticos que, no caso da terceira idade, podem ser extremamente danosos.

Não são raras histórias de senhoras que, estendendo a roupa no varal ou varrendo o quintal, caem e sofrem fraturas. Esses acidentes podem deixar o idoso acamado e exigir cuidados muito mais complexos e caros, o que mostra que a prevenção, além de mais barata, garante qualidade de vida maior e por mais tempo.

A AleNeto Enfermagem presta atendimento domiciliar em Santa Cruz do Rio Pardo e região. Para conhecer mais, ligue (14) 3372-0631 e no telefone de plantão 24 horas (14) 99747-0154.

 

 

Mesmo se não apresentar sintomas, imunizado que teve contato com pessoa com Covid tem de ficar em casa

VER NOTÍCIA

Dezembro Laranja: Sol não é o único vilão do câncer de pele

VER NOTÍCIA

Infectologista reforça importância da imunização no combate à meningite

VER NOTÍCIA