Entretenimento

Terceira fase do Projeto Orquestra de Câmara Santa Cruz é aprovada pela Cultura

 

 

Foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado, de 12 de agosto, a aprovação da terceira fase do Projeto Orquestra de Câmara Santa Cruz, pela Secretaria de Estado da Cultura. A aprovação se dá por meio do ProAc (Programa de Ação Cultural) que possibilita repasse do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) das empresas aos projetos.

A Orquestra de Câmara completa dois anos em setembro. Atualmente são atendidas 30 crianças e adolescentes de regiões periféricas de Santa Cruz do Rio Pardo. Os alunos têm acesso aos instrumentos de corda: violino, viola clássica, violoncelo e contrabaixo.

O responsável técnico e artístico da Orquestra, o maestro José Magalli Junqueira, expressa o contentamento tanto da Amus (Associação Musical Santacruzense), preponente do projeto, quanto da equipe por mais uma aprovação para prosseguimento dos trabalhos.

“Com antecedência de meses conseguimos a aprovação para 2018, o que poderá garantir a permanência de tantas crianças e jovens no projeto e também poderá abrir mais vagas para todo o processo de musicalização e formação de nossa orquestra”, ressalta.

As aulas do projeto acontecem as terças e quintas das 16h às 20h e aos sábados das 9h às 12h, no Cras Betinha, no bairro São José, o espaço é cedido pelo município.

Desde que iniciou os trabalhos, a Orquestra se apresentou em diversos locais valorizando o talento e possibilitando ainda mais a inclusão social destas crianças e adolescentes. Neste ano, por exemplo, as apresentações aconteceram nos supermercados Alvoradas e Avenida, empresa Solito, casamento, Paróquia Nossa Senhora de Fátima e praça da Matriz de São Sebastião. O próximo concerto está agendado para amanhã (24 de agosto), na Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), a partir das 15h30.

O quadro pedagógico da Orquestra é composto pelos professores Carline Adrião, Paulo Camilotti Tavares e Lucas Tavares, além da monitora Beatriz Bernardez.

Além da produção de repertório, o projeto abrange a teoria musical.

 As crianças e adolescentes também aprendem fundamentos sobre História da Música Brasileira e música clássica como um todo. Fora isso é realizada aula de elementos de civilidade e boas maneiras.

As empresas apoiadoras do projeto são: Guacira Alimentos, Hidroceres, Santa Massa, Solito, Rede Graal e Special Dog.

 

 

Centro Cultural Special Dog apresenta curta de Natal ao ar livre em Santa Cruz do Rio Pardo

VER NOTÍCIA

Igreja São José recebe apresentação da Orquestra de Câmara Santa Cruz

VER NOTÍCIA

Orquestra Santa Cruz apresenta história, música e teatro na turnê A ‘Evolução da Música’

VER NOTÍCIA