Região

“Saúde e Cidadania” da CART promove conscientização durante Outubro Rosa

 

 

Concessionária oferecerá testes gratuitos de saúde e orientações sobre prevenção do câncer de mama e colo de útero 

 

O tipo mais comum de câncer entre as mulheres no mundo é o de mama. No Brasil, corresponde a 28% dos casos novos a cada ano. Seu índice de cura da doença é de 95%, quando descoberto precocemente. Com o objetivo de alertar as mulheres e a população sobre a prevenção da doença, a CART – Concessionária Auto Raposo Tavares realiza mais uma edição do “Saúde e Cidadania”, nesta quinta e sexta-feira, dias 26 e 27 de outubro.

Os motoristas que passarem pelas bases de atendimento do SAU (Serviço de Atendimento ao Usuário) da CART nas cidades de Paulistânia, Rancharia e Santo Anastácio receberão materiais informativos sobre o Outubro Rosa.

O Saúde e Cidadania acontece das 9h às 17h. Além da orientação sobre a prevenção da doença, os usuários poderão também cuidar da saúde com exames gratuitos como a aferição da pressão arterial e o índice glicêmico. 

A ação é uma iniciativa da CART e conta com a parceria da São Francisco Resgate e SEST SENAT.

A CART, uma empresa Invepar Rodovias, administra o Corredor CART, que é formado pelas rodovias SP-225 João Baptista Cabral Rennó, SP-327 Orlando Quagliato e SP-270 Raposo Tavares, no total de 834 quilômetros entre Presidente Epitácio e Bauru, sendo 444 no eixo principal e 390 quilômetros de vicinais. A segurança dos usuários é um compromisso da Concessionária. Em 2016, a CART registrou 16,23% menos acidentes nas rodovias sob sua concessão em relação ao ano anterior e, no mesmo período, queda de 33,3% em vítimas fatais, antecipando os objetivos determinados como meta pela Década Mundial de Redução de Acidentes. A CART está entre as 10 melhores Concessionárias de Rodovias do Estado de SP, ocupando a sexta posição no ranking divulgado pela ARTESP – Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo que regulamenta e fiscaliza o Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo.

 

 

Mesmo se não apresentar sintomas, imunizado que teve contato com pessoa com Covid tem de ficar em casa

VER NOTÍCIA

Dezembro Laranja: Sol não é o único vilão do câncer de pele

VER NOTÍCIA

Infectologista reforça importância da imunização no combate à meningite

VER NOTÍCIA